Reflexões sobre saúde com imigrantes haitianos pelo Itinerário de Pesquisa de Paulo Freire

Autores

  • Jeane Barros de Souza Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Chapecó, Santa Catarina, Brasil, jeane.souza@uffs.edu.br
  • Ivonete Teresinha Schülter Buss Heidemann Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Chapecó, Santa Catarina, Brasil, ivonete.heidemann@ufsc.br https://orcid.org/0000-0001-6216-1633
  • Fernanda Walker Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Chapecó, Santa Catarina, Brasil, fernandawalker04@gmail.com https://orcid.org/0000-0003-2653-6877
  • Maira Lidia Schleicher Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Chapecó, Santa Catarina, Brasil, mairasch97@gmail.com https://orcid.org/0000-0003-1083-1011
  • Juliana Praxedes Campagnoni Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Chapecó, Santa Catarina, Brasil, ju_campagnoni@hotmail.com https://orcid.org/0000-0002-4057-4637

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v22.60792

Palavras-chave:

Imigrantes, Saúde Integral, Vulnerabilidade em Saúde, Determinantes Sociais da Saúde, Promoção da Saúde

Resumo

Tem-se por objetivo compreender o conceito de saúde dos imigrantes haitianos e suas possibilidades para promover saúde diante das vulnerabilidades que vivenciam. Pesquisa qualitativa, tipo ação participante, fundamentada no Itinerário de Pesquisa de Paulo Freire, constituído de três fases: investigação temática; codificação e descodificação; desvelamento crítico. Contou-se com a participação de 10 imigrantes haitianos, estudantes de uma universidade federal do sul do Brasil. Através do círculo de cultura resultou-se que o conceito de saúde para os haitianos é heterogêneo, constituindo-se em ausência de doença, bem-estar, felicidade, família, espiritualidade, alimento e trabalho. Os haitianos motivaram-se a promover saúde por meio da alimentação saudável, exercícios físicos, aprimoramento do idioma e organização do tempo para possibilitar o lazer. Conclui-se que os participantes refletiram sobre seu contexto, buscando estratégias para promover saúde, empoderando-se mutuamente. Isto ocorreu pela possibilidade de transformar suas realidades com novos significados sobre saúde, desejando promover a qualidade de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

26-11-2020

Como Citar

Souza, J. B. de, Heidemann, I. T. S. B., Walker, F., Schleicher, M. L., & Campagnoni, J. P. (2020). Reflexões sobre saúde com imigrantes haitianos pelo Itinerário de Pesquisa de Paulo Freire. Revista Eletrônica De Enfermagem, 22. https://doi.org/10.5216/ree.v22.60792

Edição

Seção

Artigo Original