Entre dinheiro, autoestima e ato sexual: representações sociais da satisfação sexual para trabalhadoras sexuais

Autores

  • Pablo Luiz Santos Couto Centro de Ensino Superior de Guanambi (UniFG). Guanambi (BA), Brasil. pablocouto0710@yahoo.com.br https://orcid.org/0000-0002-2692-9243
  • Antonio Marcos Tosoli Gomes Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Rio de Janeiro (RJ), Brasil. mtosoli@gmail.com https://orcid.org/0000-0003-4235-9647
  • Carle Porcino Universidade Federal da Bahia (UFBA). Salvador (BA), Brasil. carle.porcino@outlook.com https://orcid.org/0000-0001-6392-0291
  • Valquíria Viana Rodrigues Centro de Ensino Superior de Guanambi (UniFG). Guanambi (BA), Brasil. valquiriavianarodrigues@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-3503-9082
  • Alba Benemérita Alves Vilela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Vitória da Conquista (BA), Brasil. alba.vilela@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-1187-0437
  • Tarcísio da Silva Flores Centro de Ensino Superior de Guanambi (UniFG). Guanambi (BA), Brasil. tarcisioflores@gmail.com https://orcid.org/0000-0001-6350-2698
  • Cleuma Sueli Santos Suto Universidade Federal da Bahia (UFBA). Salvador (BA), Brasil. cleuma.suto@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-6427-5535
  • Mirian Santos Paiva Universidade Federal da Bahia (UFBA). Salvador (BA), Brasil. paivamirian@hotmail.com https://orcid.org/0000-0003-4399-321X

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v22.59271

Palavras-chave:

Sexualidade, Saúde Sexual, Profissionais do Sexo, Enfermagem

Resumo

Objetivo: Analisar a centralidade na estrutura das representações sociais elaboradas por trabalhadoras sexuais sobre satisfação sexual. Método: Estudo qualitativo, fundamentado na abordagem estrutural da Teoria das Representações Sociais. Realizado com 69 prostitutas da região do Alto Sertão Produtivo Baiano. Utilizou-se um roteiro para aplicação do Teste de Associação Livre de Palavras e Entrevista em Profundidade, cujas respostas foram analisadas com o auxílio dos softwares EVOC e IRAMUTEQ. Resultados: A centralidade representacional das trabalhadoras sexuais sobre satisfação sexual está estruturada nos termos dinheiro e satisfação, esse último como sinônimo de prazer. Tais termos revelaram três dimensões representacionais transversais: autoestima, ato sexual e financeira. Assim, as representações sociais sobre satisfação sexual estiveram centradas na satisfação financeira e sexual. Conclusão: As representações permitem sugerir que enfermeiras repensem suas práticas de cuidado dispensadas às trabalhadoras sexuais, para além da prevenção de agravos, focando nos aspectos subjetivos da sexualidade, que é uma necessidade humana básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Silva KAT, Borges GF, Mafra LFN, Cappelle MCA. Ser prostituta: o sentido do trabalho moralmente inaceitável. Gestão Org [Internet]. 2013 [access at: Feb. 15, 2019];11(2):215-46. Available at: https://periodicos.ufpe.br/revistas/gestaoorg/article/view/21885/18410.

Leal CBM, Souza DA, Rios MA. Aspectos de vida e saúde das profissionais do sexo. Rev Enferm UFPE online [Internet]. 2017 [access at: Feb. 15, 2019];11(11):4483- 91. Available at: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/22865/24743.

Thng C, Blackledge E, Mclver R, Watchirs Smith L, McNulty A. Private sex workers’ engagement with sexual health services: an online survey. Sexual Health. 2018;15(1):93-5. https://doi.org/10.1071/SH16243.

Leite GS, Murray L, Lenz F. O Par e o Ímpar: o potencial de gestão de risco para a prevenção de DST/HIV/AIDS em contextos de prostituição. Rev Bras Epidemiol. 2015;18(Suppl 1):7-25. https://doi.org/10.1590/1809-4503201500050003.

Munhoz I, Marta TN. Direito dos profissionais do sexo em Brasil: análise sobre o projeto de lei 4211 de 2012. Rev Prolegómenos [Internet]. 2014 [access at: Feb. 15, 2019];17(33):143-58. Available at: https://www.redalyc.org/pdf/876/87631486010.pdf.

Carter A. supporting the sexual rights of women living with HIV: a critical analysis of sexual satisfaction and pleasure across five relationship types. J Sex Res. 2018;55(9):1134-54. https://doi.org/10.1080/00224499.2018.1440370.

Vilhena J, Novaes JV, Rosa CM. A sombra de um corpo que se anuncia: corpo, imagem e envelhecimento. Rev Latino-am Psicopat Fund [Internet]. 2014 [access at: Feb. 15, 2019];17(2):251-64. Available at: http://www.scielo.br/pdf/rlpf/v17n2/1415-4714-rlpf-17-02-00251.pdf.

Couto PLS, Paiva MS, Oliveira JF, Gomes AMT, Teixeira MA, Sorte ETB. Sexuality and HIV prevention: consensus and dissent of Catholic youths. Invest Educ Enferm [Internet]. 2018 [access at: Feb. 15, 2019];36(2):e06. Available at: http://www.scielo.org.co/pdf/iee/v36n2/2216-0280-iee-36-02-e06.pdf.

Moscovici S. Representações sociais: investigações em Psicologia Social. Rio de Janeiro: Vozes; 2015.

Teixeira MA, Paiva MS, Couto PLS, Oliveira JF, Wolter RMCP. Sentimentos de mulheres soropositivas acerca da não amamentação. Rev Baiana Enferm [Internet]. 2017 [access at: Feb. 15, 2019];31(3):e21880. Available at: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/21870/15073.

Brisson J. Reflections on the history of bareback sex through ethnography: the works of subjectivity and PrEP. Anthropol Med. 2017;26(3):345-59. https://doi.org/10.1080/13648470.2017.1365430.

Rodrigues AS, Oliveira JF, Suto CSS, Coutinho MPL, Paiva MS, Souza SS. Care for women involved with drugs: social representations of nurses. Rev Bras Enferm. 2017;70(1):71-8. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0339.

Pontes APM, Oliveira DC, Gomes AMT. The principles of the Brazilian Unified Health System, studied based on similitude analysis. Rev Latino-Am Enfermagem. 2014;22(1):59-67. http://dx.doi.org/10.1590/0104-1169.2925.2395.

Oliveira TJ, Rios MA, Teixeira PN. Mortality of woman of childbearing age in the health region of Guanambi/ BA. Mundo Saúde. 2017;41(4):711-9. http://doi.org/10.15343/0104-7809.20174104711719.

Russell S, Norvig P. Representação de conhecimento. In: Russell S, Norvig P. Inteligência artificial. Rio de Janeiro: Campus; 2015. p.381-419.

Wolter RP, SÁ CP. The relationship between representations and practices: the forgotten trail. Rev Int Cienc Soc Hum [Internet]. 2013 [access at: Mar. 12, 2019];23(1- 2):87-105. Available at: http://www.academia.edu/11700993/As_rela%C3%A7%C3%B5es_entre_representa%C3%A7%C3%B5es_e_pr%C3%A1ticas_o_caminho_esquecido.

Foley EE. Regulating sex work: subjectivity and stigma in Senegal. Cult Health Sex. 2017;19(1):50-63. https://doi.org/10.1080/13691058.2016.1190463.

Taborda M, Rangel M. Social representations of health professionals regarding learning and the internet. Rev Bras Educ Med. 2016;40(4):694-703. http://dx.doi.org/10.1590/1981-52712015v40n4e01582015.

Trigueiro DRSG, Almeida SA, Monroe AA, Costa GPO, Bezerra VP, Nogueira JA. AIDS and jail: social representations of women in freedom deprivation situations. Rev Esc Enferm USP. 2016;50(4):554-61. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000500003.

Karamouzian M, Foroozanfar Z, Ahmadi A, Haghdoost AA, Vogel J, Zolala F. How sex work becomes an option: Experiences of female sex workers in Kerman, Iran. Cult Health Sex. 2016;18(1):58-70. https://doi.org/10.1080/13691058.2015.1059487.

;23(47):325-49. http://dx.doi.org/10.1590/s0104-71832017000100011.

Cruz NL, Ferreira CL, Martins E, Souza M. O cuidado com a saúde das mulheres profissionais do sexo: uma revisão narrativa. Disciplinarum Sci [Internet]. 2016 [access at: Feb. 15, 2019];17(3):339-52. Available at: https://www.periodicos.unifra.br/index.php/disciplinarumS/article/view/2137/1929.

Nascimento SS, Garcia LG. Nas armadilhas do desejo: privações e movimentos de jovens prostitutas em zonas rurais. Cad CRH. 2015;28(74):383-96. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-497920150002000100.

França M. Práticas e sentidos da aprendizagem na prostituição. Horizontes Antropológicos.

Reis TGO, Penha JC, Neri EAR, Luz GOA, Aquino PS. Educação em saúde com prostitutas: uma experiência de educação aos pares. Rev Enferm UFPI. 2014;3(3):46- 52. Available at: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/1740/pdf

Aquino PS, Nicolau AIO, Pinheiro AKB. Desempenho das atividades de vida de prostitutas segundo o Modelo de Enfermagem de Roper, Logan e Tierney. Rev Bras Enferm. 2011;64(1):136-44. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672011000100020.

Publicado

25/10/2020

Como Citar

1.
Couto PLS, Gomes AMT, Porcino C, Rodrigues VV, Vilela ABA, Flores T da S, Suto CSS, Paiva MS. Entre dinheiro, autoestima e ato sexual: representações sociais da satisfação sexual para trabalhadoras sexuais. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 25º de outubro de 2020 [citado 3º de março de 2024];22:59271. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/59271

Edição

Seção

Artigo Original