Prevalência e fatores relacionados a sintomas depressivos em pessoas com Diabetes mellitus tipo 2

Autores

  • Luana Cristina Bellini Universidade Estadual de Maringá http://orcid.org/0000-0001-8460-1177
  • Sonia Silva Marcon Universidade Estadual de Maringá
  • Fernanda Ferreira Evangelista Universidade Estadual de Maringá
  • Elen Ferraz Teston Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Ivi Ribeiro Back
  • Vanessa Carla Batista Universidade Estadual de Maringá
  • Keller Karla de Lima Universidade Estadual de Maringá
  • Monica Augusta Mobelli Centro Universitário Dinâmica das Cataratas

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v21.55083

Resumo

O objetivo do estudo foi identificar a prevale?ncia e os fatores relacionados a sintomas depressivos em pessoas com Diabetes mellitus tipo 2 (DM2). Estudo transversal realizado com 104 pessoas com DM2, utilizando questiona?rio com caracteri?sticas sociodemogra?ficas e cli?nicas e o Inventa?rio de Depressa?o de Beck. Realizou-se ana?lise descritiva e de correlac?a?o entre sintomas depressivos e as varia?veis de interesse, com uso dos testes Spearman e Kruskal-Wallis. Dentre os participantes, 25% (n=26) manifestavam sintomas depressivos, sendo estes mais frequentes entre idosos, com mais de cinco anos de diagno?stico e que estavam com sobrepeso. Conclui-se pela necessidade de rastreamento e identificac?a?o precoce de sintomas depressivos em indivi?duos com DM2, em especial nos idosos, com maior tempo de diagno?stico e com alterac?a?o do estado nutricional. Nestes casos, sa?o bem-vindas intervenc?o?es profissionais pautadas em ac?o?es de promoc?a?o da sau?de, qualidade de vida e prevenc?a?o de complicac?o?es relacionadas a? combinac?a?o destas condic?o?es cro?nicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luana Cristina Bellini, Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira, Mestranda em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual de Maringá/UEM.

Sonia Silva Marcon, Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira, Doutora em Filosofia da Enfermagem, Docente Titular do Departamento de Enfermagem da Universidade Estadual de Maringá/UEM

Fernanda Ferreira Evangelista, Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira, Mestranda em Ciências da Saúde pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Maringá/UEM

Elen Ferraz Teston, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Enfermeira, Doutora em Enfermagem, Docente Adjunta do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/UFMS - Instituto Integrado de Saúde – INISA

Ivi Ribeiro Back

Enfermeira, Doutora em Ciências da Saúde pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Maringá/UEM

Vanessa Carla Batista, Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira, Mestranda em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual de Maringá/UEM

Keller Karla de Lima, Universidade Estadual de Maringá

Graduanda em Enfermagem da Universidade Estadual de Maringá/UEM

Publicado

30-12-2019

Como Citar

Bellini, L. C., Marcon, S. S., Evangelista, F. F., Teston, E. F., Back, I. R., Batista, V. C., Lima, K. K. de, & Mobelli, M. A. (2019). Prevalência e fatores relacionados a sintomas depressivos em pessoas com Diabetes mellitus tipo 2. Revista Eletrônica De Enfermagem, 21. https://doi.org/10.5216/ree.v21.55083

Edição

Seção

Artigo Original