Brinquedo Terapêutico no ensino da insulinoterapia a crianças com diabetes: estudo de caso qualitativo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v21.52591

Palavras-chave:

Jogos e Brinquedos, Diabetes Mellitus Tipo 1, Insulina, Criança, Educação em Enfermagem

Resumo

Apresentar as manifestações de crianças com Diabetes mellitus tipo 1 participantes em uma sessão de Brinquedo Terapêutico Instrucional-BTI sobre a insulinoterapia. Estudo de Caso qualitativo, com análise temática indutiva, realizado em um acampamento de diabetes em 2014, com participação de duas crianças em idade escolar em sessão de BTI. As manifestações permitiram compreender que o domínio da insulinoterapia é um assunto complexo para a faixa etária, e demanda reforço contínuo visando a adaptação cognitiva da criança. A sessão de BTI oportunizou identificar o conhecimento prévio e as necessidades de aprendizagem sobre a conservação e técnica de injeção de insulina das crianças, com uso de linguagem adequada como o brincar. O BTI foi instrumento facilitador para identificar necessidades educacionais, além de sua ação assistencial. Seu uso reforça o potencial do lúdico na promoção do autocuidado relacionado à insulinoterapia da criança com diabetes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

20-09-2019

Como Citar

La Banca, R. O., Ribeiro, C. A., Freitas, M. S., Freitas, M. A. de O., Nascimento, L. C., Monteiro, O. de O., & Borba, R. I. H. de. (2019). Brinquedo Terapêutico no ensino da insulinoterapia a crianças com diabetes: estudo de caso qualitativo. Revista Eletrônica De Enfermagem, 21. https://doi.org/10.5216/ree.v21.52591

Edição

Seção

Artigo Original