Influência do armazenamento e da embalagem na manutenção da esterilidade do instrumental odontológico

Autores

  • Ana Claudina Prudêncio Serratine Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Claudia de Souza Gonçalves Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Isabelle Cassatti Luçolli Universidade do Sul de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v11.46913

Palavras-chave:

Armazenagem de produtos, Embalagem de produtos, Esterilização, Validade

Resumo

Este estudo teve por objetivo verificar o prazo de validade da esterilização de instrumental embalado e armazenado sob diversas condições. Foram confeccionados 395 corpos de prova metálicos, que após contaminação com Enterococcus faecalis (ATCC 19433, NEWPROV) foram subdivididos em seis grupos, compostos por 65 unidades. Cada grupo foi embalado, respectivamente, com papel Kraft, crepado, grau cirúrgico com filme, papel alumínio, tecido de algodão cru duplo e tecido tipo brim. Depois de submetidos à esterilização, os pacotes foram subdivididos, permanecendo trinta de cada tipo acondicionados em caixa plástica fechada e os demais soltos no interior do mesmo armário fechado. Após períodos de 7, 15, 30, 45, 90 e 148 dias, corpos de prova contidos em cinco pacotes de cada tipo de material de embalagem e armazenamento foram inoculados em meio de cultivo e incubados à 37oC por quarenta e oito horas. Após este tempo a análise microbiológica era realizada para verificar a manutenção da esterilidade dos espécimes. Todos os corpos de prova permaneceram estéreis por até 148 dias nas condições de empacotamento e armazenamento testadas. Contudo, sugere-se que as instituições de saúde realizem investigações para validar o tempo de manutenção da esterilidade dos artigos, de acordo com sua própria rotina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Claudina Prudêncio Serratine, Universidade do Sul de Santa Catarina

Doutora em Odontologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora titular do curso de odontologia da UNISUL. E-mail: ana.serratine@unisul.br

Claudia de Souza Gonçalves, Universidade do Sul de Santa Catarina

Cirurgiã-dentista, graduada pela UNISUL. E-mail: claudiaodt@hotmail.com.

Isabelle Cassatti Luçolli, Universidade do Sul de Santa Catarina

Cirurgiã-dentista, graduada pela UNISUL. E-mail: belly_odt@yahoo.com.br

Downloads

Publicado

01/06/2017

Como Citar

1.
Serratine ACP, Gonçalves C de S, Luçolli IC. Influência do armazenamento e da embalagem na manutenção da esterilidade do instrumental odontológico. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 1º de junho de 2017 [citado 28º de maio de 2022];11(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/46913

Edição

Seção

Artigo Original