Planejamento familiar: uma questão de escolha

Autores

  • Érica da Conceição Andrade Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro
  • Leila Rangel da Silva Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v11.46874

Palavras-chave:

Direitos reprodutivos, Planejamento familiar, Métodos contraceptivos, Saúde da mulher, Enfermagem

Resumo

Trata-se de um estudo descritivo, realizado com mulheres participantes do grupo de planejamento familiar de dois centros municipais de saúde situados no município do Rio de Janeiro, desenvolvido em 2006. Teve como objetivo analisar os fatores determinantes na escolha do método contraceptivo de 50 mulheres com 18 anos ou mais participantes do grupo. Os dados foram coletados por meio de entrevista semi-estruturada e observação direta. Os resultados demonstraram que o método contraceptivo mais utilizado foi o anticoncepcional oral 41(82%) e o principal fator para essa escolha foi não conhecer outros métodos. Após a prática educativa, os métodos contraceptivos de maior escolha foram o DIU 17(34%) e a esterilização feminina 10(20%), e o principal motivo para a escolha foi não querer mais filho. Percebe-se que houve mudança significativa nos fatores que influenciaram a escolha do método antes e após a prática educativa. O planejamento familiar deve ser um elemento primordial na prevenção primária de saúde. Para a escolha de um método contraceptivo de forma livre e informada, cada indivíduo precisa conhecer e ter acesso a todos os métodos legalmente aceitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Érica da Conceição Andrade, Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro

Residente de Enfermagem da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Membro do Núcleo de Pesquisa, Experimentação e Estudos na Área da Saúde da Mulher e da Criança (NuPEEMC). E-mail: ericacandrade@yahoo.com.br.

Leila Rangel da Silva, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil da EEAP da UNIRIO. Coordenadora do NuPEEMC. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro/RJ. E-mail: rangel.leila@gmail.com.

Downloads

Publicado

01/06/2017

Como Citar

1.
Andrade Érica da C, Silva LR da. Planejamento familiar: uma questão de escolha. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 1º de junho de 2017 [citado 28º de maio de 2022];11(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/46874

Edição

Seção

Artigo Original