Condutas adotadas pelos profissionais de saúde com crianças hospitalizadas vítimas de violência

Autores

  • Pollyanna Dantas de Lima Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Glaucea Maciel de Farias Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v10.46596

Palavras-chave:

Saúde da criança, Violência doméstica, Enfermagem pediátrica

Resumo

Estudo exploratório descritivo, com abordagem quantitativa, realizado no Hospital da Criança Santo Antônio (HCSA), em Boa Vista – RR. A população constou de 235 profissionais de saúde e os dados foram coletados de junho a agosto de 2006. Teve como objetivos conhecer os tipos de violência identificados pelos profissionais de saúde nos casos confirmados ou suspeitos de crianças hospitalizadas; identificar as condutas adotadas pelo profissional de saúde; identificar os profissionais que mais ajudaram a tomar as decisões das condutas adotadas. Os resultados mostram que os principais tipos de violência identificados foram as físicas (29%) seguida da negligência (25,8%) Sobre a suspeita ou confirmação dos casos de violência, 25,8% dos profissionais informaram ao enfermeiro e 20,3% ao serviço social. Os profissionais que mais ajudaram a tomar a decisão das condutas adotadas nos casos confirmados ou suspeitos de violência infantil foram os assistentes sociais (26,3%), os psicólogos (20,8%) e os médicos (18,2%). Inferimos, pois, que os profissionais de saúde estudados não utilizam adequadamente os caminhos preconizados para notificar os casos suspeitos ou confirmados de violência contra a criança atendidos no ambiente hospitalar.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pollyanna Dantas de Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Enfermeira, Mestra em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. Natal, RN. Brasil. E-mail: plima3@hotmail.com

 

Glaucea Maciel de Farias, Universidade de São Paulo

Enfermeira, Doutora em Enfermagem pela Universidade de São Paulo – USP. Professor Associado do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. Natal, RN. Brasil. E-mail: glaucea@digizap.com.br

 

Downloads

Publicado

04/05/2017

Como Citar

1.
Lima PD de, Farias GM de. Condutas adotadas pelos profissionais de saúde com crianças hospitalizadas vítimas de violência. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 4º de maio de 2017 [citado 27º de maio de 2022];10(3). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/46596

Edição

Seção

Artigo Original