O profissional de enfermagem e sua percepção sobre absenteísmo

Autores

  • Jussara Aparecida da Silva Furlan Universidade Estadual de Campinas, Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti
  • Katia Stancato Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem
  • Claudinei José Gomes Campos Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciência Médicas
  • Eliete Maria Silva Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v20.46321

Palavras-chave:

Absenteísmo, Saúde do Trabalhador, Recursos Humanos de Enfermagem, Enfermagem

Resumo

O absenteísmo na enfermagem é situação de difícil resolução nas organizações de saúde, reconhecida como multifatorial e complexa. Este trabalho analisou a percepção dos profissionais de enfermagem de um Hospital Universitário sobre o absenteísmo. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa transversal, norteada por duas questões: “Quais são as consequências do absenteísmo dos profissionais de enfermagem?”, e “Que atitudes podem ser adotadas para diminuir o absenteísmo entre os membros da equipe de enfermagem?”. Os resultados foram analisados a partir da técnica de análise de conteúdo. Os participantes consideram que o absenteísmo se relaciona com a sobrecarga, o comprometimento da assistência e a perda de benefícios, propondo como estratégias para minimizá-lo: melhores condições de trabalho, motivação e incentivos. Com base nesse estudo,evidencia-se que o absenteísmo constitui um sério fator de imprevisibilidade para a organização, provocado pelo comportamento humano, sendo associado ao clima e a satisfação organizacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jussara Aparecida da Silva Furlan, Universidade Estadual de Campinas, Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti

Enfermeira. Enfermeira do Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti da Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP, Brasil. E-mail: jussara.aps@hotmail.com.

Katia Stancato, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Doutora da Faculdade de Enfermagem da Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP, Brasil. E-mail: katiast@unicamp.br.

Claudinei José Gomes Campos, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciência Médicas

Enfermeiro. Doutor em Ciências Médicas. Professor Doutor da Faculdade de Ciência Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP, Brasil. E-mail: ccampos@unicamp.br.

Eliete Maria Silva, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Associada da Faculdade de Enfermagem da Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP, Brasil. E-mail: ccampos@unicamp.br.

Publicado

31/12/2018

Como Citar

1.
Silva Furlan JA da, Stancato K, José Gomes Campos C, Maria Silva E. O profissional de enfermagem e sua percepção sobre absenteísmo. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 31º de dezembro de 2018 [citado 23º de maio de 2022];20. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/46321

Edição

Seção

Artigo Original