Vítimas de causas externas alcoolizadas atendidas em serviço de urgência e emergência: estudo seccional

Autores

  • Cosma Rosário Glória Santos Aguiar Hospital Dr. Ayres de Menezes
  • Rafael Tavares Jomar Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Faculdade de Enfermagem http://orcid.org/0000-0002-4101-7138
  • Ângela Maria Mendes Abreu Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Enfermagem Anna Nery
  • Teresa Maria Mendes Diniz de Andrade Barroso Escola Superior de Enfermagem de Coimbra

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v19.45271

Palavras-chave:

Consumo de Bebidas Alcoólicas, Causas Externas, Serviços Médicos de Emergência

Resumo

Estudo seccional que objetivou caracterizar o atendimento e o perfil de vítimas de causas externas alcoolizadas no principal serviço de urgência e emergência de São Tomé e Príncipe. Para tanto, todas as 672 vítimas atendidas entre abril de 2014 e abril de 2015 que estavam sob efeito do álcool tiveram seus prontuários avaliados. A maioria delas era jovem (56,8%), do sexo masculino (76,5%), cujos atendimentos foram realizados majoritariamente no período noturno (38,8%) dos finais de semana (75,1%) e resultaram em alta hospitalar (62,9%). Quanto ao tipo de causa externa, as agressões foram aquelas que demandaram mais atendimentos (40,0%), seguidas pelos acidentes de trabalho ou de trajeto (30,5%) e dos acidentes de trânsito (29,1%). Os resultados deste estudo pioneiro em São Tomé e Príncipe apontam as causas externas, especialmente as agressões, como um grave problema de saúde pública no país que demanda muitos atendimentos hospitalares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Cosma Rosário Glória Santos Aguiar, Hospital Dr. Ayres de Menezes

Enfermeira, Mestre em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatra. Enfermeira do Hospital Dr. Ayres de Menezes. São Tomé, República Democrática de São Tomé e Príncipe. E-mail: aguiarcosma@yahoo.com.br.

Rafael Tavares Jomar, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Faculdade de Enfermagem

Enfermeiro, Doutor em Saúde Coletiva. Professor Assistente da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil. E-mail: rafaeljomar@yahoo.com.br.

Ângela Maria Mendes Abreu, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Enfermagem Anna Nery

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professor Associado da Escola de Enfermagem Anna Nery da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil. E-mail: angelabreu@globo.com.

Teresa Maria Mendes Diniz de Andrade Barroso, Escola Superior de Enfermagem de Coimbra

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professor Adjunto da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Coimbra, Portugal. E-mail: tbarroso@esenfc.pt.

Publicado

28-11-2017

Como Citar

1.
Aguiar CRGS, Jomar RT, Abreu Ângela MM, Barroso TMMD de A. Vítimas de causas externas alcoolizadas atendidas em serviço de urgência e emergência: estudo seccional. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 28º de novembro de 2017 [citado 18º de outubro de 2021];19. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/45271

Edição

Seção

Artigo Original