Higiene bucal no paciente internado em unidade de terapia intensiva: revisão integrativa

  • Jane Walkiria da Silva Nogueira
  • Cristine Alves Costa de Jesus Universidade de Brasília
Palavras-chave: Cuidados de Enfermagem, Cuidados Críticos, Higiene Bucal, Unidades de Terapia Intensiva

Resumo

A prevenção e a promoção da saúde bucal dos pacientes internados em uma unidade de terapia intensiva é responsabilidade da equipe de enfermagem. Revisão integrativa que teve o objetivo de identificar as contribuições das pesquisas produzidas por enfermeiros sobre os cuidados bucais aos pacientes internados nestas unidades. Selecionou-se 17 artigos publicados no período de 2010 a 2016 indexados no State National Library of Medicine (PubMed/MEDLINE) e na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Os estudos foram categorizados conforme as intervenções para o controle do biofilme dental. A escovação foi apontada como a melhor prática para o controle mecânico e o gluconato de clorexidina a 0,12% para controle químico. As intervenções mecânica e química combinadas foram mais eficazes na prevenção das infecções respiratórias. Estudos clínicos comparativos devem ser desenvolvidos por enfermeiros que atuam na prática clínica, para que seja possível traçar condutas efetivas sobre os cuidados bucais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Jane Walkiria da Silva Nogueira
Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Brasília, DF, Brasil. E-mail: janewalkiria@gmail.com.
Cristine Alves Costa de Jesus, Universidade de Brasília
Enfermeira, Doutora em Enfermagem Fundamental. Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília. Brasília, DF, Brasil. E-mail: cristine@unb.br.
Publicado
01-12-2017
Como Citar
Nogueira, J. W. da S., & Jesus, C. A. C. de. (2017). Higiene bucal no paciente internado em unidade de terapia intensiva: revisão integrativa. Revista Eletrônica De Enfermagem, 19. https://doi.org/10.5216/ree.v19.41480
Seção
Artigo de Revisão