Qualidade da consulta de enfermagem na assistência ao pré-natal de risco habitual

Autores

  • Isabelly Gomes de Oliveira Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
  • Lígia Laura de Sousa Castro
  • Anderson Mariano Massena Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
  • Lydia Vieira Freitas dos Santos Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
  • Leilane Barbosa de Sousa Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
  • Saiwori de Jesus Silva Bezerra dos Anjos Universidade Estadual do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v19.40374

Palavras-chave:

Cuidado Pré-Natal, Avaliação, Enfermagem

Resumo

Objetivou-se avaliar a qualidade da consulta de enfermagem na assistência ao pré-natal de risco habitual. Estudo descritivo, realizado em Redenção, Ceará, com base na observação não participante de cinco enfermeiros, cada um em três consultas de pré-natal, totalizando 15 observações, subsidiado por um formulário tipo check-list com variáveis recomendadas pelo Ministério da Saúde na estratégia do Programa de Qualidade na Assistência (PROQUALI). Os resultados evidenciaram que a assistência foi considerada satisfatória para o quesito acolhimento, parcialmente satisfatória para anamnese, orientações em saúde e exame físico. Assim, a assistência pré-natal foi classificada como parcialmente satisfatória, pois atividades essenciais à promoção de uma gestação sem intercorrências não foram realizadas. Isto traz a necessidade de investimentos em desenvolvimento de recursos humanos e maior acompanhamento da qualidade da assistência pelos gestores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Isabelly Gomes de Oliveira, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Enfermeira. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, nível Mestrado. Redenção, CE, Brasil. E-mai: isa_belly_oliveira@hotmail.com.

Lígia Laura de Sousa Castro

Enfermeira. Redenção, CE, Brasil. E-mai: ligialaura@live.com.

Anderson Mariano Massena, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Enfermeiro. Redenção, CE, Brasil. E-mail: andersonmassena@gmail.com.

Lydia Vieira Freitas dos Santos, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. Redenção, CE, Brasil. E-mail: lydia@unilab.edu.br.

Leilane Barbosa de Sousa, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. Redenção, CE, Brasil. E-mail: leilane@unilab.edu.br.

Saiwori de Jesus Silva Bezerra dos Anjos, Universidade Estadual do Ceará

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Titular da Universidade Estadual do Ceará. Fortaleza, CE, Brasil. E-mail: saiwori@unilab.edu.br.

Publicado

28-11-2017

Como Citar

1.
Oliveira IG de, Castro LL de S, Massena AM, Santos LVF dos, Sousa LB de, Anjos S de JSB dos. Qualidade da consulta de enfermagem na assistência ao pré-natal de risco habitual. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 28º de novembro de 2017 [citado 20º de outubro de 2021];19. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/40374

Edição

Seção

Artigo Original