A prática do autocuidado por trabalhadores da enfermagem de unidades básicas de saúde

  • Caroline Barão Araujo
  • Laís de Miranda Crispim Costa Universidade Federal de Alagoas
  • Regina Maria dos Santos Universidade Federal de Alagoas
  • Lenira Maria Wanderley Santos de Almeida Universidade Federal de Alagoas
Palavras-chave: Autocuidado, Saúde do Trabalhador, Equipe de Enfermagem, Centros de Saúde

Resumo

O presente estudo analisa as práticas de autocuidado realizadas pelos trabalhadores de enfermagem que atuam em Unidades Básicas de Saúde, à luz da teoria do autocuidado de Orem. É uma pesquisa qualitativa exploratório-descritiva, que entrevistou 30 trabalhadores de enfermagem, por meio de um roteiro semiestruturado elaborado a partir dos requisitos de autocuidado de Dorothea Elizabeth Orem. A maioria dos participantes trabalha na enfermagem entre 16 e 25 anos, reforçando que o tempo de inserção no trabalho confere propriedade àquele que fala do seu cotidiano. Para discussão dos resultados, emergiram as seguintes categorias: O autocuidado não é prioridade: “o que dá para esperar vai esperando”; O trabalho desgasta o trabalhador: “porque é cansativo!”; Percepção de vida: “Meu trabalho é meu trabalho, e minha vida é minha vida”; É assim que me (des)cuido. Concluiu-se que os trabalhadores de enfermagem não estão priorizando o autocuidado, como também não possuem tempo suficiente para exercê-lo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Caroline Barão Araujo
Enfermeira. Maceió, AL, Brasil. E-mail: cacabarao@hotmail.com.
Laís de Miranda Crispim Costa, Universidade Federal de Alagoas
Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Doutorado, da Universidade Federal de Rio de Janeiro. Professora Assistente da Universidade Federal de Alagoas. Maceió, AL, Brasil. E-mail: laismcc@gmailo.com.
Regina Maria dos Santos, Universidade Federal de Alagoas
Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Associado da Universidade Federal de Alagoas. Maceió, AL, Brasil. E-mail: relpesantos@gmail.com.
Lenira Maria Wanderley Santos de Almeida, Universidade Federal de Alagoas
Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Assistente da Universidade Federal de Alagoas. Maceió, AL, Brasil. E-mail: lenirawanderley@gmail.com.
Publicado
03-12-2016
Como Citar
Araujo, C. B., Costa, L. de M. C., Santos, R. M. dos, & Almeida, L. M. W. S. de. (2016). A prática do autocuidado por trabalhadores da enfermagem de unidades básicas de saúde. Revista Eletrônica De Enfermagem, 18. https://doi.org/10.5216/ree.v18.39304
Seção
Artigo Original