Nível de evidência das tecnologias de cuidado de enfermagem na angioplastia de membros inferiores

  • Viviane Soares
  • Juliana Balbinot Reis Girondi Universidade Federal de Santa Catarina
  • Karina Silveira de Almeida Hammerschmidt Universidade Federal de Santa Catarina
  • Lucia Nazareth Amante Universidade Federal de Santa Catarina.
  • Darla Lusia Ropelato Fernandez Universidade Federal de Santa Catarina
  • Luciara Fabiane Sebold Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Hemodinâmica, Assistência Perioperatória, Enfermagem Baseada em Evidências

Resumo

Objetivou-se descrever as produções científicas sobre tecnologias de cuidado de enfermagem ao paciente adulto submetido à angioplastia de membros inferiores. Revisão Sistemática da Literatura com busca nas bases de dados eletrônicas: LILACS, PUBMED, Web of Science, SciELO, além de Google Acadêmico. Foram analisados e classificados 12 artigos conforme os níveis de evidência. Todos os estudos qualitativos foram classificados com baixo grau de recomendação e dos estudos quantitativos apenas um apresentou alto grau de recomendação. A pesquisa apresentou estudos com o mais baixo nível de evidência científica, além da escassez de pesquisas e o frágil embasamento científico no qual os cuidados perioperatórios de enfermagem ao paciente submetido à angioplastia de membros inferiores vêm sendo desenvolvidos. Por conseguinte, há falta de informações e formação deficiente culminando no despreparo para atender os pacientes, compreender e liderar esse serviço de alta complexidade consoante aos princípios de segurança do paciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Viviane Soares

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: vivi_zimba@hotmail.com.

Juliana Balbinot Reis Girondi, Universidade Federal de Santa Catarina
Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professor Titular da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: juliana.balbinot@ufsc.br.
Karina Silveira de Almeida Hammerschmidt, Universidade Federal de Santa Catarina
Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professor Adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: karina.h@ufsc.br.
Lucia Nazareth Amante, Universidade Federal de Santa Catarina.
Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professor Associado da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: luciamante@gmail.com.
Darla Lusia Ropelato Fernandez, Universidade Federal de Santa Catarina
Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Doutorado, da Universidade Federal de Santa Catarina. Professor Substituto da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: darla.fernandez@ufsc.br.
Luciara Fabiane Sebold, Universidade Federal de Santa Catarina
Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professor Adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: fabiane.sebold@ufsc.br.
Publicado
21-12-2016
Como Citar
Soares, V., Girondi, J. B. R., Hammerschmidt, K. S. de A., Amante, L. N., Fernandez, D. L. R., & Sebold, L. F. (2016). Nível de evidência das tecnologias de cuidado de enfermagem na angioplastia de membros inferiores. Revista Eletrônica De Enfermagem, 18. https://doi.org/10.5216/ree.v18.36763
Seção
Artigo de Revisão