Complicações locais no cateterismo venoso periférico em neonatos: coorte prospectiva

  • Mitzy Tannia Reichembach Danski Universidade Federal do Paraná
  • Jolline Lind Universidade Federal do Paraná
  • Priscila Mingorance Secretaria Municipal de Saúde de Colombo
  • Derdried Athanasio Johann Instituto Federal do Paraná
  • Alessandra Amaral Schwanke Universidade Federal do Paraná
Palavras-chave: Enfermagem Neonatal, Tecnologia, Pesquisa em Enfermagem Clínica, Cateterismo Venoso Periférico, Complicações

Resumo

Objetivou-se avaliar incidência de complicações relacionadas ao uso do primeiro CIP em neonatos e identificar fatores de risco associados. Trata-se de coorte observacional prospectiva, com abordagem quantitativa; desenvolveu-se em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de hospital de ensino de uma capital do Sul do Brasil; e coleta de dados ocorreu de fevereiro a junho de 2013. Totalizou-se 134 CIP. A incidência de complicações foi de 41,01%. O sexo feminino (p=0,0152) apresentou menor risco de desenvolver complicação e nas primeiras 48 horas após punção ocorre maior risco de desenvolver complicação (p=0,0296). As evidências resultantes desta pesquisa embasam um cuidado de qualidade, beneficiando a população em estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mitzy Tannia Reichembach Danski, Universidade Federal do Paraná
Enfermeira, Doutora em História. Professora Associada da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitiba, PR, Brasil. E-mail: mitzyr257@gmail.com.
Jolline Lind, Universidade Federal do Paraná

Enfermeira. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Mestrado, da UFPR. Curitiba, PR, Brasil. E-mail: lind.jolline@gmail.com.

Priscila Mingorance, Secretaria Municipal de Saúde de Colombo
Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde de Colombo. Colombo, PR, Brasil. E-mail: primingo@yahoo.com.br.
Derdried Athanasio Johann, Instituto Federal do Paraná
Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Enfermeira do Instituto Federal do Paraná, Campus Curitiba. Curitiba, PR, Brasil. E-mail: derdried.johann@ifpr.edu.br.
Alessandra Amaral Schwanke, Universidade Federal do Paraná
Enfermeira. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Mestrado, da UFPR. Auxiliar de Enfermagem do Hospital de Clínicas da UFPR. Curitiba, PR, Brasil. E-mail: ale_schwanke@hotmail.com.
Publicado
31-03-2016
Como Citar
Danski, M. T. R., Lind, J., Mingorance, P., Johann, D. A., & Schwanke, A. A. (2016). Complicações locais no cateterismo venoso periférico em neonatos: coorte prospectiva. Revista Eletrônica De Enfermagem, 18. https://doi.org/10.5216/ree.v18.34652
Seção
Artigo Original