Percepções e conhecimentos de pacientes com Doença Renal Crônica em tratamento conservador

Autores

  • Tatiana Camila Gricio
  • Luciana Kusumota Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Marília de Lima Cândido Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v11i4.33242

Palavras-chave:

Insuficiência Renal Crônica, Enfermagem, Conhecimento

Resumo

A Doença Renal Crônica (DRC) é uma síndrome irreversível e progressiva das funções glomerular, tubular e endócrina dos rins. Há evidências de que intervenções adequadas e precoces podem retardar sua progressão. Foi objetivo deste estudo identificar e caracterizar pacientes em tratamento conservador e identificar suas percepções e conhecimentos em relação à DRC e tratamentos.  O referencial metodológico foi a história oral temática. A coleta de dados ocorreu de agosto a setembro de 2007. Dos 20 pacientes entrevistados no ambulatório de uremia do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, 12 (60%) eram homens e 8 (40%) mulheres, com idade média de 58,6 anos. Dentre as comorbidades, destaca-se o elevado número de hipertensos (85%) e diabéticos (45%). Das entrevistas emergiram três categorias: 1) Conceitos imprecisos da DRC; 2) Tratamento atual; 3) Tratamento futuro. Conclusão: em sua maioria, pacientes em tratamento conservador possuem informações insuficientes a respeito da DRC e tratamentos, o que pode interferir na adesão e, consequentemente, acelerar a progressão da doença. Evidencia-se a necessidade de se construir uma abordagem educativa como estratégia para estimulá-los a aderirem ao tratamento conservador, diminuindo, assim, a morbidade e mortalidade no início e durante o tratamento dialítico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiana Camila Gricio

Enfermeira. Jaboticabal, SP. E-mail: tatiana.gricio@usp.br.

Luciana Kusumota, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente do Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP/USP). Ribeirão Preto, SP. E-mail: kusumota@eerp.usp.br.

Marília de Lima Cândido, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Aluna de graduação em Enfermagem da EERP/USP. Ribeirão Preto, SP. E-mail: mariliadelimacandido@yahoo.com.br.

Downloads

Publicado

31/12/2009

Como Citar

1.
Gricio TC, Kusumota L, Cândido M de L. Percepções e conhecimentos de pacientes com Doença Renal Crônica em tratamento conservador. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 31º de dezembro de 2009 [citado 22º de maio de 2022];11(4):884-93. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/33242

Edição

Seção

Artigo Original