Necessidades dos pais de crianças hospitalizadas: evidências para o cuidado

Autores

  • Rosyan Carvalho Andrade Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Amanda Rossi Marques Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Ana Carolina Andrade Biaggi Leite Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Rafael Rozeta Martimiano Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Bruna Domingos dos Santos Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Raquel Pan Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Ananda Maria Fernandes Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
  • Elsa Maria de Oliveira Pinheiro de Melo Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro
  • Lucila Castanheira Nascimento Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v17i2.30041

Palavras-chave:

Pais, Criança Hospitalizada, Hospitalização, Determinação de Necessidades de Cuidados de Saúde, Enfermagem Pediátrica

Resumo

A hospitalização traz benefícios para o tratamento da criança doente, mas também implica em impactos. Embora essencial e benéfica à criança, a presença dos pais na enfermaria desestabiliza suas rotinas e desencadeia necessidades. O objetivo deste estudo foi buscar evidências na literatura, para identificar, reunir e sintetizar o conhecimento produzido acerca das necessidades dos pais de crianças hospitalizadas, por meio de revisão integrativa da literatura. A busca das referências foi realizada nas bases PubMed, CINAHL, PsycINFO, Scopus, Web of Science e LILACS, entre 2002 a 2014, identificando 17 artigos que se adequaram aos critérios estabelecidos. As necessidades encontradas foram agrupadas em três categorias: necessidades dos próprios pais, necessidades relacionadas às ações da equipe de saúde e necessidades ligadas à estrutura e recursos organizacionais. Estas necessidades estão intimamente interligadas, de modo que o acesso, avaliação e sua satisfação devam ser realizados em conjunto, qualificando a assistência à criança e sua família.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosyan Carvalho Andrade, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeira, Discente do Programa de Pós-Graduação Enfermagem em Saúde Pública, nível Mestrado, da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP/USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: rosyancarvalho@hotmail.com.

Amanda Rossi Marques, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeira, Discente do Programa de Pós-Graduação Enfermagem em Saúde Pública, nível Mestrado, da EERP/USP. Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: a_mandamarques@hotmail.com.

Ana Carolina Andrade Biaggi Leite, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Discente do curso de Graduação em Enfermagem da EERP/USP. Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: anacarolinabiaggi@gmail.com.

Rafael Rozeta Martimiano, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Discente do curso de Graduação em Enfermagem da EERP/USP. Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail:  rafaelrozeta@hotmail.com.

Bruna Domingos dos Santos, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Discente do curso de Graduação em Enfermagem da EERP/USP. Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: domingos.bruna1@hotmail.com.

Raquel Pan, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeira. Discente do Programa Interunidades de Doutoramento em Enfermagem da Escola de Enfermagem e Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: raquelpan01@gmail.com.

Ananda Maria Fernandes, Escola Superior de Enfermagem de Coimbra

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Coimbra, Portugal. E-mail: amfernandes@esenfc.pt.

Elsa Maria de Oliveira Pinheiro de Melo, Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro

Enfermeira, Doutora em Ciências e Tecnologias da Saúde. Professora Adjunta da Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro. Aveiro, Portugal. E-mail: elsamelo@ua.pt.

Lucila Castanheira Nascimento, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Associada EERP/USP. Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: lucila@eerp.usp.br.

Publicado

30/06/2015

Como Citar

1.
Andrade RC, Marques AR, Leite ACAB, Martimiano RR, Santos BD dos, Pan R, Fernandes AM, Melo EM de OP de, Nascimento LC. Necessidades dos pais de crianças hospitalizadas: evidências para o cuidado. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 30º de junho de 2015 [citado 27º de maio de 2022];17(2):379-94. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/30041

Edição

Seção

Artigo de Revisão