Características de usuários de crack atendidos em um Centro de Atenção Psicossocial: concepção da equipe

Autores

  • Annie Jeanninne Bisso Lacchini Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Cíntia Nasi Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Gustavo Costa de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Leandro Barbosa de Pinho Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Jacó Fernando Schneider Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v17i2.29179

Palavras-chave:

Saúde Mental, Serviços de Saúde, Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias, Enfermagem

Resumo

O crack vem-se constituindo como um problema de saúde pública, face à sua natureza multifatorial, trazendo desafios aos trabalhadores. Este estudo objetivou conhecer a concepção de uma equipe de saúde mental sobre as características de usuários de crack atendidos em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Trata-se de um recorte de pesquisa avaliativa, qualitativa, do tipo estudo de caso, desenvolvida com oito profissionais da equipe de um CAPS. Segundo a equipe existem três características que definem os usuários de crack que frequentam o CAPS: 1) são usuários que demandam urgências de cuidados; 2) são usuários de difícil manejo e frágil adesão ao serviço e 3) são usuários que não possuem um perfil definido. Conclui-se que é preciso reconhecer as diferentes demandas trazidas aos serviços pelos usuários de crack, uma vez que exige uma re-organização dos serviços e a problematização das práticas para atender esta nova realidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Annie Jeanninne Bisso Lacchini, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professor Adjunto do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). Porto Alegre, RS, Brasil. E-mail: anniejbl@hotmail.com.

Cíntia Nasi, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professor Adjunto do Departamento de Enfermagem UFCSPA. Porto Alegre, RS, Brasil. E-mail: cintianasi@yahoo.com.br.

Gustavo Costa de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Enfermeiro, Mestre em Enfermagem. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), nível Doutorado. Porto Alegre, RS, Brasil. E-mail: gustavoenfufrgs@gmail.com.

Leandro Barbosa de Pinho, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Enfermeiro, Doutor em Enfermagem Psiquiátrica. Professor Adjunto da Escola de Enfermagem (EE) da UFRGS. Porto Alegre, RS, Brasil. E-mail: lbpinho@ufrgs.br.

Jacó Fernando Schneider, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Enfermeiro, Doutor em Enfermagem Psiquiátrica. Professor Adjunto da Escola de Enfermagem (EE) da UFRGS. Porto Alegre, RS, Brasil. E-mail: lbpinho@ufrgs.br.

Publicado

30/06/2015

Como Citar

1.
Lacchini AJB, Nasi C, Oliveira GC de, Pinho LB de, Schneider JF. Características de usuários de crack atendidos em um Centro de Atenção Psicossocial: concepção da equipe. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 30º de junho de 2015 [citado 23º de maio de 2022];17(2):196-204. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/29179

Edição

Seção

Artigo Original