Prevalência de sífilis em mulheres do sistema prisional de uma capital do nordeste brasileiro

Autores

  • Telma Maria Evangelista de Araújo Universidade Federal do Piauí
  • Augusto Cezar Antunes de Araujo Filho Universidade Federal do Piauí
  • Karla Vivianne Araújo Feitosa Universidade Federal do Piauí

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v17i4.28898

Palavras-chave:

Sífilis, Prisões, Mulheres, Enfermagem em Saúde Comunitária

Resumo

Esta pesquisa objetivou investigar a prevalência de sífilis e fatores associados em internas na penitenciária feminina de Teresina-PI, Brasil. Estudo de corte transversal, realizado em novembro de 2013. A população foi constituída pelas internas da referida penitenciária (n=131). Os dados foram coletados por meio de um formulário contendo questões fechadas e mistas. A média de idade foi 33,1 anos, 60,3% afirmaram não manter relacionamento estável e 93,1% possuíam filhos. O consumo de álcool foi referido por 70,8%, e o uso de drogas ilícitas por 56,2%. Evidenciou-se que 38,5% das mulheres nunca utilizam camisinha nas relações sexuais e que 62,2% não sabem como se dá a transmissão da sífilis. A alta prevalência da sífilis, 25,2%, está estatisticamente associada à situação conjugal, uso de drogas ilícitas e consumo antes das relações sexuais, demonstrando que condições socioeconômicas desfavoráveis são importantes marcadores de risco e de vulnerabilidade para as DST.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Telma Maria Evangelista de Araújo, Universidade Federal do Piauí

Enfermeira, Doutora em Enfermagem em Saúde Coletiva. Professor Adjunto da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Teresina, PI, Brasil. E-mail: telmaevangelista@gmail.com.

Augusto Cezar Antunes de Araujo Filho, Universidade Federal do Piauí

Enfermeiro. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Mestrado, da UFPI. Teresina, PI, Brasil. E-mail: araujoaugusto@hotmail.com.

Karla Vivianne Araújo Feitosa, Universidade Federal do Piauí

Enfermeira. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, nível Mestrado, da UFPI. Teresina, PI, Brasil. E-mail: karlynhavivi@hotmail.com.

Publicado

31/03/2016

Como Citar

1.
Araújo TME de, Araujo Filho ACA de, Feitosa KVA. Prevalência de sífilis em mulheres do sistema prisional de uma capital do nordeste brasileiro. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 31º de março de 2016 [citado 23º de maio de 2022];17(4). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/28898

Edição

Seção

Artigo Original