Enfrentamento de puérperas HIV positivas relacionado ao ato de não amamentar

Autores

  • Meliana Gisleine de Paula Universidade Estadual de Maringá, Hospital Universitário Regional de Maringá
  • Cátia Millene Dell’Agnolo Universidade Estadual de Maringá, Hospital Universitário Regional de Maringá
  • Maria Dalva de Barros Carvalho Universidade Estadual de Maringá
  • Sandra Marisa Pelloso Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v17i1.23949

Palavras-chave:

Síndrome de Imunodeficiência Adquirida, Aleitamento Materno, Transmissão Vertical de Doença Infecciosa, Cuidados de Enfermagem, HIV

Resumo

O objetivo do estudo foi conhecer os sentimentos e as dificuldades de mulheres portadoras do vírus da imunodeficiência adquirida (HIV) frente à não amamentação e à assistência oferecida. Foram entrevistadas 36 mulheres/mães portadoras do HIV com acompanhamento no ambulatório de DST/aids. Estudo qualitativo que utilizou o método do Discurso do Sujeito Coletivo, representado por meio de cinco discursos. Os resultados mais relevantes apontam que as participantes da pesquisa sofrem com a impossibilidade de não amamentar seus filhos e com a falta de um cuidado individualizado, especialmente, relativos aos problemas nas mamas. Crenças foram evidenciadas nos discursos que desmistificam o simbolismo do aleitamento, o que fortalece as puérperas para aceitar o fato de não poderem amamentar. Conclui-se que o cuidado a esse grupo específico deve privilegiar uma assistência individualizada que auxilie, especialmente, nos conflitos emocionais no processo da não amamentação, assim como nos problemas mamários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Meliana Gisleine de Paula, Universidade Estadual de Maringá, Hospital Universitário Regional de Maringá

Enfermeira, Mestre em Ciências da Saúde. Enfermeira do Hospital Universitário Regional de Maringá da Universidade Estadual de Maringá (HUM/UEM). Maringá, PR, Brasil. E-mail: meliana_gp@yahoo.com.br.

Cátia Millene Dell’Agnolo, Universidade Estadual de Maringá, Hospital Universitário Regional de Maringá

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Enfermeira do HUM/UEM. Maringá, PR, Brasil. E-mail: catiaagnolo@gmail.com.

Maria Dalva de Barros Carvalho, Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Associada da UEM. Maringá, PR, Brasil. E-mail: mdbcarvalho@gmail.com.

Sandra Marisa Pelloso, Universidade Estadual de Maringá

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Associada da UEM. Maringá, PR, Brasil. E-mail: smpelloso@gmail.com.

Publicado

31/03/2015

Como Citar

1.
Paula MG de, Dell’Agnolo CM, Carvalho MD de B, Pelloso SM. Enfrentamento de puérperas HIV positivas relacionado ao ato de não amamentar. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 31º de março de 2015 [citado 24º de maio de 2022];17(1):136-42. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/23949

Edição

Seção

Artigo Original