Carga de trabalho de enfermagem em uma unidade de terapia intensiva de trauma

  • Luana Loppi Goulart
  • Roberta Nazário Aoki Universidade Estadual de Campinas, Hospital de Clínicas
  • Camila Fernanda Lourençon Vegian Universidade Estadual de Campinas, Hospital de Clínicas
  • Edinêis Brito Guirardello Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem
Palavras-chave: Cuidados Críticos, Unidades de Terapia Intensiva, Carga de Trabalho, Cuidados de Enfermagem.

Resumo

Pacientes gravemente feridos, com lesões múltiplas e conflitantes, apresentam-se aos enfermeiros de unidades de cuidados críticos como desafios na gestão da assistência. O objetivo deste estudo foi avaliar a carga de trabalho de enfermagem e verificar a correlação entre a carga e o índice de gravidade APACHE II. Estudo descritivo, realizado em uma Unidade de Terapia Intensiva de Trauma de um hospital de ensino. Foram utilizados os instrumentos Nursing Activities Score e APACHE II. A amostra foi composta por 32 pacientes, sendo a maioria do sexo masculino, adultos jovens, com politraumatismo, procedentes da Unidade de Emergência Referenciada, em tratamento cirúrgico, com alta da UTI. A média do Nursing Activities Score no período de internação foi de 72%, e os dados mostraram uma correlação moderada entre a carga de trabalho e a gravidade do paciente, ou seja, quanto maior o escore, maior o risco de mortalidade apresentado pelos pacientes.

doi: 10.5216/ree.v16i2.22922.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luana Loppi Goulart
Enfermeira. Campinas, SP, Brasil. E-mail: luanagoulart28@gmail.com.
Roberta Nazário Aoki, Universidade Estadual de Campinas, Hospital de Clínicas
Enfermeira. Enfermeira da Unidade de Terapia Intensiva de Emergência Clínica e Trauma do Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (HC/UNICAMP). Campinas, SP, Brasil. E-mail: rubi.rc@bol.com.br.
Camila Fernanda Lourençon Vegian, Universidade Estadual de Campinas, Hospital de Clínicas
Enfermeira. Enfermeira da Unidade de Terapia Intensiva de Emergência Clínica e Trauma do HC/UNICAMP. Campinas, SP, Brasil. E-mail: camila_vegian@yahoo.com.br.
Edinêis Brito Guirardello, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem
Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Associada da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP. Campinas, SP, Brasil. E-mail: guirar@fcm.unicamp.br.
Publicado
30-06-2014
Como Citar
Goulart, L., Aoki, R., Vegian, C. F., & Guirardello, E. (2014). Carga de trabalho de enfermagem em uma unidade de terapia intensiva de trauma. Revista Eletrônica De Enfermagem, 16(2), 346-51. https://doi.org/10.5216/ree.v16i2.22922
Seção
Artigo Original