Frequência de injeções intramusculares na região ventroglútea antes e após oficina de capacitação

Autores

  • Fernanda Raphael Escobar Gimenes Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Maristela Priscila Nardo Ramos Hospital Estadual Sumaré

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v15i3.19055

Palavras-chave:

Injeções Intramusculares, Enfermagem, Capacitação Profissional

Resumo

RESUMO

O objetivo foi identificar a frequência de injeções intramusculares (IMs) na região ventroglútea administradas por profissionais da enfermagem antes e após oficina de capacitação. Do total de 32 sujeitos, participaram do estudo 14 profissionais de um pronto atendimento. Pesquisa exploratória realizada em três fases. A primeira visou identificar a frequência de injeções IMs no ventroglúteo. Na segunda foi realizada oficina de capacitação. A terceira identificou a frequência de injeções IMs no ventroglúteo, após a oficina. Das 525 injeções administradas pela via IM na primeira fase, 520 (99%) foram na região dorsoglútea e nenhuma na região ventroglútea. Após a oficina, das 448 injeções administradas, 418 (93,3%) ocorreram na região dorsoglútea e 23 (5,1%) na região ventroglútea. Apesar do aumento da frequência de injeções no ventroglúteo, o resultado não é significativo. Embora as evidências revelem que a região ventroglútea apresenta menos riscos, os profissionais permanecem priorizando o dorsoglúteo para as injeções.

Descritores: Injeções Intramusculares; Enfermagem; Capacitação Profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Raphael Escobar Gimenes, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeira, Doutora em Enfermagem Fundamental. Professora Doutora da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: fregimenes@eerp.usp.br.

Maristela Priscila Nardo Ramos, Hospital Estadual Sumaré

Enfermeira. Enfermeira da Clínica Cirúrgica do Hospital Estadual Sumaré. Sumaté, SP, Brasil. E-mail: edi.maristela@hotmail.com.

Downloads

Publicado

30/09/2013

Como Citar

1.
Gimenes FRE, Ramos MPN. Frequência de injeções intramusculares na região ventroglútea antes e após oficina de capacitação. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 30º de setembro de 2013 [citado 28º de maio de 2022];15(3):676-84. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/19055

Edição

Seção

Artigo Original