Probabilidade de internação psiquiátrica e características sociodemográficas de portadores de depressão

Autores

  • Leonardo Naves dos Reis Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Bruna Paiva do Carmo Mercedes Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Adriana Inocenti Miasso Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
  • Edilaine Cristina da Silva Gherardi-Donato Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v15i4.18905

Palavras-chave:

Depressão, Epidemiologia, Saúde Mental, Enfermagem Psiquiátrica

Resumo

Este estudo objetivou verificar associação entre necessidade de internação psiquiátrica e características sociodemográficas dos usuários diagnosticados com depressão em um ambulatório de saúde mental. Realizou-se estatística descritiva e comparou-se o perfil dos depressivos com o perfil geral do serviço de saúde. Por meio da análise de regressão logística múltipla testou-se a associação da necessidade de internação com as variáveis independentes (sexo, idade e diagnóstico). Com relação aos pacientes depressivos, 82% são mulheres, 74% possuem baixa escolaridade e 78% idade de 40 a 69 anos. Verificou-se associação da variável dependente com idade (p=0,003) e depressão (p=0,007); para a variável sexo não verificou-se associação. Tais resultados contribuem para a busca de estratégias de intervenção direcionadas às necessidades específicas desta clientela por parte da equipe ou ainda direcionando estudos que elucidem aspectos biopsicossociais relacionados ao perfil da clientela mais suscetível, configurando-se como preâmbulo na construção do conhecimento para repensar as práticas de saúde mental.

Descritores: Depressão; Epidemiologia; Saúde Mental; Enfermagem Psiquiátrica.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Naves dos Reis, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeiro, Mestre em Enfermagem Psiquiátrica. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Psiquiátrica, nível Doutorado, da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: leonareis1@hotmail.com.

Bruna Paiva do Carmo Mercedes, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeira. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Psiquiátrica, nível Mestrado, da EERP/USP. Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: bpaivadocarmo@yahoo.com.br.

Adriana Inocenti Miasso, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Doutora da EERP/USP. Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: amiasso@eerp.usp.br.

Edilaine Cristina da Silva Gherardi-Donato, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeira, Doutora em Enfermagem Psiquiátrica. Professor Associado da EERP/USP. Ribeirão Preto, SP, Brasil. E-mail: nane@eerp.usp.br.

Downloads

Publicado

31/12/2013

Como Citar

1.
Reis LN dos, Mercedes BP do C, Miasso AI, Gherardi-Donato EC da S. Probabilidade de internação psiquiátrica e características sociodemográficas de portadores de depressão. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 31º de dezembro de 2013 [citado 25º de maio de 2022];15(4):862-9. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/18905

Edição

Seção

Artigo Original