Pessoas que vivem com HIV/AIDS em Florianópolis/SC, Brasil: ocupação e status socioeconômico ocupacional (1986-2006)

Autores

  • Janelice de Azevedo Neves Bastiani Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis
  • Maria Itayra Coelho de Souza Padilha Universidade Federal de Santa Catarina
  • Mariana Vieira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Isabel Cristina Alves Maliska Universidade Federal de Santa Catarina
  • Ana Rosete Camargo Rodrigues Maia Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v14i3.15465

Palavras-chave:

Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, Ocupação, Fatores Socioeconômicos

Resumo

Este estudo teve como objetivo analisar a distribuição das pessoas adultas que vivem com a Síndrome da Imunodeficiência Humana Adquirida (AIDS) em Florianópolis/SC, entre 1986 e 2006. Estudo histórico de 3.209 casos de AIDS, com dados coletados no Setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, entre março e abril de 2010. A análise dos dados aborda ocupação no mercado de trabalho e sexo; condição socioeconômica dos casos com idade entre 20 e 49 anos; categoria de exposição e sexo. A AIDS afeta subgrupos e vulneráveis potenciais. Mulheres ocupam a Categoria Não Ocupada nos Afazeres Domésticos e homens ocupam a Categoria Não Ocupado como Estudantes e Aposentados/Pensionistas. Quanto ao Status Socioeconômico Ocupacional, as mulheres se encontram entre o 4º e 5°, e os homens entre o 1º e 5º. Os resultados sugerem que as ações de prevenção ao HIV/AIDS devem ser planejadas para atendimento dos subgrupos com vulnerabilidade potencial.

Descritores: Síndrome da Imunodeficiência Adquirida; Ocupação; Fatores Socioeconômicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janelice de Azevedo Neves Bastiani, Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: bastiani@ibest.com.br.

Maria Itayra Coelho de Souza Padilha, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Associada da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: padilha@ccs.ufsc.br.

Mariana Vieira, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFSC (PEN/UFSC), nível Doutorado. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: nanyufsc@ibest.com.br.

Isabel Cristina Alves Maliska, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Discente do PEN/UFSC, nível Doutorado. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: isabel.alves07@yahoo.com.br.

Ana Rosete Camargo Rodrigues Maia, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta da UFSC. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: maia@nfr.ufsc.br.

Downloads

Publicado

30/09/2012

Como Citar

1.
Bastiani J de AN, Padilha MIC de S, Vieira M, Maliska ICA, Maia ARCR. Pessoas que vivem com HIV/AIDS em Florianópolis/SC, Brasil: ocupação e status socioeconômico ocupacional (1986-2006). Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 30º de setembro de 2012 [citado 6º de julho de 2022];14(3):579-87. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/15465

Edição

Seção

Artigo Original