O processo de adoecimento mental do trabalhador da Estratégia Saúde da Família

Gisele Santana Pereira Carreiro, Maria de Oliveira Ferreira Filha, Rolando Lazarte, Antônia Oliveira Silva, Maria Djair Dias

Resumo


RESUMO

Trabalhadores da Estratégia Saúde da Família enfrentam situações que acarretam desgaste psíquico. O objetivo do presente estudo foi conhecer o processo de adoecimento mental desses trabalhadores e os fatores desencadeantes. Trata-se de estudo fundamentado na epidemiologia social, de abordagem qualitativa, realizado com 36 trabalhadores de 17 Unidades de Saúde da Família de João Pessoa/PB, no período de maio a julho de 2009. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, analisadas pelo software Alceste 4.8, resultando em quatro classes temáticas: organização do processo de trabalho; sobrecarga de trabalho e demandas pessoais; família e relações contraditórias; estresse e problemas de saúde de pessoas significativas. Dos participantes da pesquisa, 22 adoeceram, principalmente devido à distúrbios de ansiedade, sendo o trabalho a causa indicada. Esse fato aponta que a promoção da saúde dos trabalhadores deve ocorrer dentro e fora dos locais de trabalho, já que o trabalhador do sistema de saúde também necessita ser cuidado.

Descritores: Enfermagem; Estresse Psicológico; Saúde da Família; Saúde do Trabalhador.

Palavras-chave


Enfermagem; Estresse Psicológico; Saúde da Família; Saúde do Trabalhador

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5216/ree.v15i1.14084



Licença Creative Commons A Revista Eletrônica de Enfermagem está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Logotipo do Ibict