O significado de ser pai na ótica de casais grávidos: limitações e facilidades

Autores

  • Maria de Fátima Mota Zampieri Universiade Federal de Santa Catarina
  • Joice Cristina Guesser Universiade Federal de Santa Catarina, Hospital Universitário
  • Beatriz Belém Buendgens
  • Jerusa Mendes Junckes Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis
  • Ingrid Gonçalves Rodrigues Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v14i3.12244

Palavras-chave:

Paternidade, Enfermagem, Educação em Saúde, Gestação, Pai.

Resumo

Pesquisa qualitativa com cinco casais grávidos, visando conhecer o significado de ser pai, os aspectos limitantes e favoráveis neste processo. Os dados foram coletados por meio de entrevistas e depoimentos durante as visitas e prática educativa. Após análise emergiram dois significados de “ser pai”: pai provedor da família, pai afetivo e envolvido com o processo de nascimento e filhos. A participação do pai deu-se em função da sua disponibilidade e presença em grupos educativos, do estímulo da mulher e dos profissionais. Os fatores limitantes foram: machismo, trabalho, desconhecimento dos direitos, oposição das mulheres, despreparo dos profissionais e atividades educativas insuficientes. Conclui-se que, na medida em que o homem se envolve com a gravidez, companheira e filho, ele constrói e sedimenta o papel de pai, favorecendo o desenvolvimento psicoafetivo do filho. O apoio e abertura das mulheres e dos profissionais são fundamentais. O estudo pode subsidiar mudanças nas práticas de saúde.

Descritores: Paternidade; Enfermagem; Educação em Saúde; Gestação; Pai.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Fátima Mota Zampieri, Universiade Federal de Santa Catarina

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Assistente do Departamento de Enfermagem da Universiade Federal de Santa Catarina (UFSC). Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: mfatima@nfr.ufsc.br.

Joice Cristina Guesser, Universiade Federal de Santa Catarina, Hospital Universitário

Enfermeira. Enfermeira do Serviço de Emergência Adulto do Hospital Universitário da UFSC. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: joiceguesser@yahoo.com.br.

Beatriz Belém Buendgens

Enfermeira. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: biazinhanfr@gmail.com.

Jerusa Mendes Junckes, Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis

Enfermeira. Enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: jmj_biju@yahoo.com.br.

Ingrid Gonçalves Rodrigues, Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis

Enfermeira. Enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis. Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: enfermeiraingrid@yahoo.com.br.

Downloads

Publicado

30/09/2012

Como Citar

1.
Zampieri M de FM, Guesser JC, Buendgens BB, Junckes JM, Rodrigues IG. O significado de ser pai na ótica de casais grávidos: limitações e facilidades. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 30º de setembro de 2012 [citado 23º de maio de 2022];14(3):483-93. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/12244

Edição

Seção

Artigo Original