Socialização de conhecimentos e experiências sobre o processo de nascimento e tecnologias do cuidado

Autores

  • Daiane Zocche Darós Universidade Federal de Santa Catarina
  • Pâmela Tasca Hess Universidade Federal de Santa Catarina
  • Patrícia Sulsbach Universidade Federal de Santa Catarina
  • Maria de Fátima Mota Zampieri Universidade Federal de Santa Catarina
  • Heloisa Silveira Daniel Secretaria Municipal Saúde de Florianópolis

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v12i2.10355

Palavras-chave:

Educação em saúde, Terapêutica, Assistência pré-natal, Cuidado de enfermagem, Parto obstétrico.

Resumo

A cidade de Florianópolis, a exemplo do país, vive um período crítico na obstetrícia, onde taxas de cesárea são altas, assim como traumas relacionados ao parto. Partindo desta percepção, enfermeiras e acadêmicas desenvolveram pesquisa qualitativa convergente assistencial com mulheres que participaram, enquanto gestantes/parturientes, de prática educativa durante o processo de nascimento. O estudo realizou-se na comunidade dos Ingleses em 2007, buscou conhecer a importância do processo educativo e as contribuições ao socializar conhecimentos sobre o processo de nascimento e ao praticar tecnologias de cuidado na gestação. Tais tecnologias são ações terapêuticas e não farmacológicas, podem minimizar a dor e ajudar gestantes a conhecerem seus corpos e potenciais. Os dados foram coletados por meio de observação participante e as mulheres foram questionadas sobre percepção e significado da gravidez, orientação pré-natal, dúvidas. Após análise originaram-se categorias - compreender o significado da gravidez e do processo de nascimento; incorporar as tecnologias do cuidado e viver o parto com tranquilidade; sentir-se valorizada por profissional da unidade básica de saúde; favorecer participação ativa no processo de nascimento. A prática educativa colaborou na vivência do processo e na satisfação da mulher. O conhecimento produzido pode subsidiar mudanças no cotidiano do cuidado à gestante na atenção básica.


Descritores: Educação em saúde; Terapêutica; Assistência pré-natal; Cuidado de enfermagem; Parto obstétrico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daiane Zocche Darós, Universidade Federal de Santa Catarina

Aluna do curso de graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, Brasil.

Pâmela Tasca Hess, Universidade Federal de Santa Catarina

Aluna do curso de graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, Brasil.

Patrícia Sulsbach, Universidade Federal de Santa Catarina

Aluna do curso de graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, Brasil.

Maria de Fátima Mota Zampieri, Universidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira, Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, Brasil.

Heloisa Silveira Daniel, Secretaria Municipal Saúde de Florianópolis

Enfermeira. Enfermeira PSF, Secretaria Municipal Saúde de Florianópolis. Florianópolis, SC, Brasil.

Downloads

Publicado

05/07/2010

Como Citar

1.
Darós DZ, Hess PT, Sulsbach P, Zampieri M de FM, Daniel HS. Socialização de conhecimentos e experiências sobre o processo de nascimento e tecnologias do cuidado. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 5º de julho de 2010 [citado 7º de julho de 2022];12(2):308-14. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/10355

Edição

Seção

Artigo Original