DEMOGRAFIA E FAMÍLIA: AS TRANSFORMAÇÕES DA FAMÍLIA NO SÉCULO XXI - DOI 10.5216/bgg.v29i2.9027

Autores

  • Mônica Cristina da Silva Universidade Federal de Goiás
  • Eguimar Felício Chaveiro Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v29i2.9027

Resumo

 

O imaginário brasileiro contemporâneo, ao representar a família, demonstra o seu nível de conflito. Expressões como "a família é a única salvação dos perigos do mundo" ou "a família é a fonte de todas as desgraças atuais", testemunham esse conflito. Junto ao conflito de representação, há, inegavelmente, um fato: a família contemporânea sofre grandes transformações, que atingem a relação de poder entre marido e esposa, o papel do pai e da mãe, a luta pela sobrevivência, a sexualidade, o afeto, a existência de novas máquinas de produzir o desejo, o nascimento de diversos tipos familial, a ação da parentalidade, etc. Com o objeto de problematizar essas características e refletir essas mudanças, esse artigo, ao encadear uma leitura demográfica da família, intenta ver a sua densidade histórica de acordo com as mudanças do espaço. Ao final demonstra que a complexificação da família atual – e os seus conflitos – coloca novos desafios à pesquisa do assunto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-03-10

Como Citar

CRISTINA DA SILVA, M.; FELÍCIO CHAVEIRO, E. DEMOGRAFIA E FAMÍLIA: AS TRANSFORMAÇÕES DA FAMÍLIA NO SÉCULO XXI - DOI 10.5216/bgg.v29i2.9027. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 29, n. 2, p. 171–183, 2010. DOI: 10.5216/bgg.v29i2.9027. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/9027. Acesso em: 29 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos