AS DIVERSAS ESCALAS DE ANÁLISE DO ESPAÇO METROPOLITANO: O ESPAÇO INTRAURBANO E INTRA-METROPOLITANO - DOI 10.5216/bgg.v29i2.9015

Autores

  • José Vandério Cirqueira Pinto Secretaria Municipal de Educação de Goiânia (SME)

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v29i2.9015

Resumo

 

As recentes análises urbanas apontam para o problema da expansão urbana generalizada e das suas diversas denominações. Com o interesse de classificar as diferentes formas e funções desses aglomerados urbanos, distintos estudos utilizam várias nomeações, como: cidades mundiais, megacidades, metrópoles, megalópoles, metápolis, cidade-região, entre outras. Essas denominações demonstram o quanto as cidades apresentam possibilidades de interpretações que utilizem o recurso de diversas escalas. Considerar as várias escalas de análise, além de classificar e dar nomes às cidades, tem como proposta reconhecer as múltiplas dimensões espaciais contidas na cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-03-10

Como Citar

VANDÉRIO CIRQUEIRA PINTO, J. AS DIVERSAS ESCALAS DE ANÁLISE DO ESPAÇO METROPOLITANO: O ESPAÇO INTRAURBANO E INTRA-METROPOLITANO - DOI 10.5216/bgg.v29i2.9015. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 29, n. 2, p. 57–70, 2010. DOI: 10.5216/bgg.v29i2.9015. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/9015. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos