PERCEPÇÕES DOS JOVENS CEGOS DA PAISAGEM URBANA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

THE BLIND YOUTHS’ PERCEPTION ON THE URBAN LANDSCAPE OF THE CITY OF RIO DE JANEIRO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v39i0.60089

Resumo

A paisagem, historicamente, é o conceito geográfico de maior apelo imagético, contribuindo, dessa maneira, para a afirmação da visão como forma privilegiada de apreensão da análise geográfica. Todavia, a experiência com o espaço e, portanto, com a paisagem é mais ampla e dialoga com todos os sentidos do corpo, sendo necessário alargar as investigações sobre a diversidade de sujeitos que experimentam e percebem as paisagens. Partindo dessa problemática, o objetivo desse artigo é revelar as percepções das paisagens urbanas da cidade do Rio de Janeiro pelos jovens cegos e de baixa visão, como também refletir sobre elas. Para tanto, construímos um desenho de pesquisa que contemplou a realização de entrevistas com estes e a elaboração de uma cartografia dos seus trajetos pela cidade. Essa pesquisa, realizada ao longo do mestrado, revelou a importância de alargarmos nosso olhar para o conceito de paisagem, em que a “limitação” do exercício da visão mobiliza outros sentidos, traduzindo percepções singulares sobre a cidade. A investigação conduziu também a uma discussão sobre o direito à cidade. Nesse sentido, os(as) cegos(as), os(as) idosos(as), os(as) cadeirantes e outros(as) sujeitos que foram invisibilizados(as) pelas políticas urbanas precisam ser ouvidos(as) e considerados(as) no processo de produção e compreensão da cidade.

Palavras-chave: paisagem urbana, percepção, cegos, baixa visão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lais Cardoso Lago, UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANIERO

Atua como professora de Geografia da educação básica da rede pública do Rio de Janeiro. Mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense e  Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares (PPGEDUC) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Amélia Cristina Alves Bezerra, UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Doutora em Geografia pela Universidade Federal Fluminense. Atua como Professora Adjunta na Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (FEUFF), especificamente com a formação de professores de geografia.

Publicado

2019-12-04

Como Citar

LAGO, L. C.; BEZERRA, A. C. A. PERCEPÇÕES DOS JOVENS CEGOS DA PAISAGEM URBANA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO: THE BLIND YOUTHS’ PERCEPTION ON THE URBAN LANDSCAPE OF THE CITY OF RIO DE JANEIRO. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 39, p. 1–17, 2019. DOI: 10.5216/bgg.v39i0.60089. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/60089. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos