O ouro em Gana no século XXI: escalas e origens do capital na mineração aurífera

Autores

  • Kauê Lopes dos Santos Universidade de São Paulo (uSP), Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Geografia, São Paulo, São Paulo, Brasil, kauegeo@gmail.com http://orcid.org/0000-0001-9996-1079

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v38i2.54609

Resumo

A mineração é uma das mais importantes atividades econômicas de muitas formações socioespaciais africanas. Nesse contexto, explorado há séculos na África Ocidental, o ouro tornou-se, no século XXI, o principal produto da pauta de exportações de Gana, sendo extraído e processado principalmente por grandes
capitais estrangeiros e por pequenos capitais nacionais, que estabelecem diversos tipos de relações no país. Na cadeia produtiva desse minério, atua ainda o Estado, responsável pela elaboração da legislação e da fiscalização no setor. Assim, compreender a organização das forças produtivas e das relações de produção em
torno da exploração aurífera contemporânea de Gana é o objetivo deste artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kauê Lopes dos Santos, Universidade de São Paulo (uSP), Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Geografia, São Paulo, São Paulo, Brasil, kauegeo@gmail.com

Downloads

Publicado

2018-08-25

Como Citar

LOPES DOS SANTOS, K. O ouro em Gana no século XXI: escalas e origens do capital na mineração aurífera. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 38, n. 2, p. 251–275, 2018. DOI: 10.5216/bgg.v38i2.54609. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/54609. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos