Espacialização do setor de serviços em Goiás entre os anos de 1990 a 2015

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v38i1.52816

Resumo

O setor de serviços é, desde meados da década de 1970, o conjunto de atividades econômicas mais expressivo em termos de composição do Produto Interno Bruto (PIB) e geração de empregos formais no estado de Goiás. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo apresentar, por meio da análise estatística, os padrões de distribuição dos estabelecimentos formais do setor de serviços em Goiás entre os anos de 1990 a 2015, período que denominamos de urbanização recente. Para atingir o objetivo, foram fundamentais os dados disponíveis nas bases de consulta do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que oferecem informações sobre a distribuição espacial dos estabelecimentos e sobre o pessoal ocupado em atividades de serviços. Ao final, além da importância econômica, constatou-se uma forte tendência à concentração espacial das atividades que compõem esse setor, o que implica na formação de diferentes níveis de centralidades urbanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tathiana Rodrigues Salgado, Universidade Estadual de Goiás (UEG), Porangatu, Goiás, Brasil, trs.tathi@gmail.com

Publicado

2018-05-03

Como Citar

RODRIGUES SALGADO, T. Espacialização do setor de serviços em Goiás entre os anos de 1990 a 2015. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 38, n. 1, p. 86–113, 2018. DOI: 10.5216/bgg.v38i1.52816. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/52816. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos