POTENCIAL DE TRANSFERÊNCIA DE SEDIMENTOS DAS BACIAS CONTRIBUINTES DO SISTEMA CÁRSTICO TERRA RONCA

Autores

  • Ana Caroline da Silva Faquim Universidade Federal de Goiás
  • Márcio Henrique de Campos Zancopé
  • Luis Felipe Soares Cherem

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v37i3.50765

Resumo

O Índice de Potencial de Transferência de Sedimentos (PTS) estima a capacidade da rede de drenagem transportar sua carga sedimentar. Este trabalho calcula e compara o PTS de bacias de 2ª, 3ª e 4ª ordem hierárquica, cujos canais drenam e proveem sedimentos para dentro das cavernas do Parque Estadual Terra Ronca (PETeR), no nordeste de Goiás. Identificaram-se 438 bacias de 2ª ordem com baixo valor de PTS em um total de 863 bacias, 83 bacias de 3ª ordem de valor médio em um total de 194 bacias e 16 bacias de 4ª ordem com valor médio em um total de 37 bacias de hierárquica. As bacias hidrográficas da área têm capacidade moderada a baixa de lançar sedimentos nas cavernas do PETeR.
Palavras-chave: Parâmetros morfométricos, rede de drenagem, geomorfologia fluvial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-12-19

Como Citar

CAROLINE DA SILVA FAQUIM, A.; HENRIQUE DE CAMPOS ZANCOPÉ, M.; FELIPE SOARES CHEREM, L. POTENCIAL DE TRANSFERÊNCIA DE SEDIMENTOS DAS BACIAS CONTRIBUINTES DO SISTEMA CÁRSTICO TERRA RONCA. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 37, n. 3, p. 448–465, 2017. DOI: 10.5216/bgg.v37i3.50765. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/50765. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos