JUSTIÇA ESPACIAL E CIDADE DIGITAL: ESPAÇO COMO MEIO OPERACIONAL NO BRASIL

Autores

  • Angelo Serpa Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v37i3.50762

Resumo

Busca-se, com o presente artigo, construir uma abordagem comparativa da inserção de tecnologias de informação e comunicação no território nacional, em diferentes escalas (macrorregional, estadual e intra-urbana), pensando o espaço como “meio operacional” e tomando as noções de justiça espacial e acessibilidade como princípios norteadores da reflexão proposta. A discussão está também baseada na assertiva de que os lugares são “plataformas” para a construção de ações e discursos de cunho eminentemente espacial que atravessam variados recortes e escalas.
Palavras-chave: Justiça espacial, cidade digital, espaço, meio operacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-12-19

Como Citar

SERPA, A. JUSTIÇA ESPACIAL E CIDADE DIGITAL: ESPAÇO COMO MEIO OPERACIONAL NO BRASIL. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 37, n. 3, p. 409–428, 2017. DOI: 10.5216/bgg.v37i3.50762. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/50762. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos