QUALIDADE FÍSICA DE UM CAMBISSOLO HÁPLICO SOB DIFERENTES USOS NA BACIA DO CÓRREGO DOS MICOS, PARATY (RJ)

Autores

  • Luana de Almeida Rangel Universidade Federal de Goiás
  • Antonio Jose Teixeira Guerra

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v37i1.46245

Resumo

Esse artigo aborda a bacia do córrego dos Micos, no município de Paraty, que está localizada em uma Área de Proteção Ambiental, com o objetivo de analisar o papel de algumas propriedades do solo, em conjunto com o uso e manejo do solo, para compreender como eles podem alterar um Cambissolo Háplico. Para atingir esses objetivos, amostras de solo foram coletadas a diferentes profundidades (0-10 e 10-20 cm), para serem analisadas em laboratório; e um pluviógrafo foi instalado para coletar dados pluviométricos. As propriedades
do solo incluem a textura, densidade aparente e estabilidade dos agregados. Os resultados demonstram o papel que essas propriedades têm para compreender os indicadores de qualidade dos solos. Comparando os diversos usos da terra, foi possível destacar que tem ocorrido degradação da estrutura do solo na área de
plantação de aipim, que sofre com queimadas constantes. Os resultados também apontam para a necessidade de levantamentos de campo, em conjunto com análises de laboratório, para mostrar como esses estudos podem ser úteis para mostrar aos moradores locais como eles podem melhorar o uso e o manejo para evitar a degradação dos solos.
Palavras-chave: Estabilidade de agregados, queimadas, degradação, erosão hídrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-04-05

Como Citar

DE ALMEIDA RANGEL, L.; JOSE TEIXEIRA GUERRA, A. QUALIDADE FÍSICA DE UM CAMBISSOLO HÁPLICO SOB DIFERENTES USOS NA BACIA DO CÓRREGO DOS MICOS, PARATY (RJ). Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 37, n. 1, p. 91–105, 2017. DOI: 10.5216/bgg.v37i1.46245. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/46245. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos