ANÁLISE SAZONAL DA VEGETAÇÃO DO CERRADO POR MEIO DE DADOS DO SENSOR MODIS NO DISTRITO FEDERAL (BRASIL) - DOI 10.5216/bgg.v36i3.44555

Autores

  • Greison Moreira de Souza Universidade Federal de Goiás
  • Helen da Costa Gurgel
  • Pierre Mazzega Ciamp

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v36i3.44555

Resumo

O presente estudo visa caracterizar o comportamento sazonal da vegetação do Cerrado por meio de índices de vegetação (NDVI e EVI) do sensor MODIS. A caracterização da sazonalidade foi realizada em áreas com e sem registro de queimadas. Para construção das séries temporais foi utilizado o produto MOD13Q1. As imagens datam do período de 2000 a 2015, com um período de amostragem a cada 16 dias. As transformações de Fourier de séries temporais mostram que os índices de vegetação do Cerrado são amplamente dominados pelo ciclo anual. O comportamento dos índices de vegetação estabelecida para o período 2000-2015 é fortemente controlado pela precipitação estabelecida em relação ao mesmo período. Em alguns anos, os índices de vegetação mostram uma dinâmica mais propagada durante a estação chuvosa (aumento prematuro e amplitude menor do que a amplitude média de climatologia), ou ao contrário, uma atividade mais tardia e mais ampla. Os diagramas de dispersões entre os índices de vegetação obtidos para os locais sem fogo contra os locais queimados, mostram uma separação de dados em três grupos distintos: os índices de vegetação da estação das chuvas, os da estação seca, e, finalmente, os índices que comportam uma assinatura relacionada com o fogo.

Palavras-chave: EVI, NDVI, precipitação, fogo, sensoriamento remoto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-09

Como Citar

MOREIRA DE SOUZA, G.; DA COSTA GURGEL, H.; MAZZEGA CIAMP, P. ANÁLISE SAZONAL DA VEGETAÇÃO DO CERRADO POR MEIO DE DADOS DO SENSOR MODIS NO DISTRITO FEDERAL (BRASIL) - DOI 10.5216/bgg.v36i3.44555. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 36, n. 3, p. 502–520, 2016. DOI: 10.5216/bgg.v36i3.44555. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/44555. Acesso em: 16 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos