SÍNDROME DE ILHA: PARQUE NACIONAL DAS EMAS - DOI 10.5216/bgg.v20i1.4231

Autores

  • Jackeline Silva dos Santos Universidade Federal de Goias
  • Sandra de Fatima Oliveira Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v20i1.4231

Resumo

A fragmentação das UC’s em relação às áreas de entorno tem sido motivo de preocupação entre pesquisadores e instituições envolvidas com as questões ambientais. Neste contexto, o parque nacional das Emas caracteriza bem esta realidade, pois encontra-se em uma região altamente antropizada e apresentando risco de maior isolamento face aos grandes projetos implantados e/ou em fase de planejamento na área de transporte ferroviário e produção de energia hidrelétrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-07-09

Como Citar

DOS SANTOS, J. S.; DE FATIMA OLIVEIRA, S. SÍNDROME DE ILHA: PARQUE NACIONAL DAS EMAS - DOI 10.5216/bgg.v20i1.4231. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 20, n. 1, p. 127–135, 2008. DOI: 10.5216/bgg.v20i1.4231. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/4231. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos