CAPITAL, ESPAÇO E DESIGUALDADE - DOI 10.5216/bgg.v20i1.4230

Autores

  • Nildo Viana Universidade Estadual de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v20i1.4230

Resumo

O presente trabalho trata do processo de constituição das desigualdades espaciais produzidas pelo desenvolvimento capitalista. O desenvolvimento capitalista realiza a destruição de modos de produção pré-capitalistas e neste contexto surgem modos de produção não capitalistas. Esta é a primeira forma histórica de desigualdade espacial, regional e nacional, sob o capitalismo. Mas tão logo este consiga realizar o processo de universalização das relações de produção capitalistas, as constituições de desigualdades espaciais passam a ser os produtos da própria dinâmica capitalista. A tese apresentada para explicar as desigualdades regionais e nacionais, neste contexto de consolidação do modo de produção capitalista em escala mundial e no interior das nações, reside no processo de reconversão capitalista e transferência de mais-valor, que levam ao processo de concentração e centralização de capital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-07-09

Como Citar

VIANA, N. CAPITAL, ESPAÇO E DESIGUALDADE - DOI 10.5216/bgg.v20i1.4230. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 20, n. 1, p. 107–126, 2008. DOI: 10.5216/bgg.v20i1.4230. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/4230. Acesso em: 15 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos