A DIFUSÃO DO TURISMO DE SEGUNDA RESIDÊNCIA NAS PAISAGENS DA ILHA DE ITAMARACÁ-PE - DOI 10.5216/bgg.v21i2.4216

Autores

  • Lenilton Francisco de Assis Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v21i2.4216

Resumo

Este artigo contempla algumas reflexões sobre as transformações ocasionadas pelo turismo nas paisagens insulares, principalmente, pela difusão das segundas residências. As ilhas tropicais “ofertam” nas suas paisagens atrativos naturais e culturais que são simulacros do paraíso e do repouso, revelando os desencontros entre as estratégias do planejamento turístico e as práticas socioespaciais cotidianas. Como área de estudo apresentam-se dois bairros situados ao sul da ilha de Itamaracá PE, onde tem havido uma intensa expansão das segundas residências que vem resultando em algumas implicações socioespaciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-04-09

Como Citar

FRANCISCO DE ASSIS, L. A DIFUSÃO DO TURISMO DE SEGUNDA RESIDÊNCIA NAS PAISAGENS DA ILHA DE ITAMARACÁ-PE - DOI 10.5216/bgg.v21i2.4216. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 21, n. 2, p. 103–135, 2009. DOI: 10.5216/bgg.v21i2.4216. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/4216. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos