OS LIMITES DO DESENVOLVIMENTO E DO TURISMO - DOI 10.5216/bgg.v21i2.4212

Autores

  • Luzia Neide Menezes Teixeira Coriolano Universidade Estadual do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v21i2.4212

Resumo

Este texto apresenta uma análise histórica da origem e evolução do conceito de desenvolvimento. Os limites do desenvolvimento justificam-se pelo vinculo à ciência econômica, quando deveriam perpassar todas as ciências sociais. Mostra os pressupostos das teorias desenvolvimentistas, chamadas teorias da modernização, identificadas como tradicionais, conservadoras e consensuais, diferenciando-se das teorias críticas que adotam os pressupostos do materialismo histórico. Verifica os aspectos das teorias da globalização que remetem a novas abordagens do desenvolvimento, quando o turismo passa a ser um elo do local com o global. Explica como e por que o desenvolvimento é um processo desigual e combinado. O subdesenvolvimento é uma decorrência do ajuste estrutural que determina concentração de riqueza e renda, gerando a pobreza como expressão extrema da desigualdade social. Mostra que o desenvolvimento só se dá quando todas as são beneficiadas, quando atinge a escala humana e que o turismo tanto pode vincula-se ao crescimento econômico concentrado, como promover o desenvolvimento social chamado desenvolvimento local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-04-09

Como Citar

TEIXEIRA CORIOLANO, L. N. M. OS LIMITES DO DESENVOLVIMENTO E DO TURISMO - DOI 10.5216/bgg.v21i2.4212. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 21, n. 2, p. 25–46, 2009. DOI: 10.5216/bgg.v21i2.4212. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/4212. Acesso em: 21 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos