A QUESTÃO DA DIFERENÇA E DAS RELAÇÕES EM RICHARD HARTSHORNE - DOI 10.5216/bgg.v36i1.40366

Autores

  • Denis Castilho Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v36i1.40366

Resumo

As proposições teóricas do geógrafo estadunidense Richard Hartshorne são um convite à reflexão. Baseadas principalmente nas concepções de Alfred Hettner, constituem-se como importante contribuição ao estudo da natureza da Geografia, tal como indica o próprio título de seu trabalho publicado em 1939, The Nature of Geography: A Critical Survey of Current Thought in the Light of the Past. A preocupação com a essência dessa disciplina levou o autor a apresentar, neste e em um texto de 1959 (Perspective on the Nature of Geography), uma sistematização de ideias e proposições de importantes clássicos do pensamento geográfico que o antecederam, especialmente do século XIX. Dentre os principais conceitos apresentados nessas publicações,
destacam-se o de diferenciação de área, bastante difundido (e confundido) entre os geógrafos, e os de relação e conexão, muito vinculados pelo autor à questão sempre reiterada em seus trabalhos: aquela referente ao
caráter variável da superfície terrestre. Com base nessas premissas, este trabalho apresenta uma análise desses conceitos, discute seus limites teóricos e evidencia questões relacionadas às suas possibilidades
analíticas.
Palavras-chave: Richard Hartshorne, diferenciação, relação, conexão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2016-03-21

Como Citar

CASTILHO, D. A QUESTÃO DA DIFERENÇA E DAS RELAÇÕES EM RICHARD HARTSHORNE - DOI 10.5216/bgg.v36i1.40366. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 36, n. 1, p. 48–66, 2016. DOI: 10.5216/bgg.v36i1.40366. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/40366. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos