PIERRE DEFFONTAINES E AS MISSÕES UNIVERSITÁRIAS FRANCESAS NO BRASIL: GEOPOLÍTICA DO CONHECIMENTO, CIRCULAÇÃO DOS SABERES E ENSINO DA GEOGRAFIA (1934-1938) - DOI 10.5216/bgg.v36i1.40362

Autores

  • Federico Ferreti Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v36i1.40362

Resumo

Esse artigo trata do papel da geografia nas missões universitárias francesas no Brasil nos anos 30, consideradas fundamentais para o desenvolvimento das universidades locais, enfocando especialmente o trabalho do geógrafo Pierre Deffontaines. Cruzando fontes primárias francesas e brasileiras, e comparando os
trabalhos existentes sobre esses assuntos produzidos na França e no Brasil por historiadores e por geógrafos, investigamos as redes intelectuais daquela época e sobre os assuntos culturais, políticos e didáticos desse exemplo de circulação internacional do saber. Avaliamos a eficácia, na universidade e na sociedade brasileira, da troca cultural em proveniência da Europa, mas também o enriquecimento da geografia e das ciências humanas a partir das missões universitárias.
Palavras-chave: Pierre Deffontaines, Caio Prado Junior, Pierre Monbeig, Associação dos Geógrafos Brasileiros, USP, Circulação do saber, Ensino da Geografia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2016-03-21

Como Citar

FERRETI, F. PIERRE DEFFONTAINES E AS MISSÕES UNIVERSITÁRIAS FRANCESAS NO BRASIL: GEOPOLÍTICA DO CONHECIMENTO, CIRCULAÇÃO DOS SABERES E ENSINO DA GEOGRAFIA (1934-1938) - DOI 10.5216/bgg.v36i1.40362. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 36, n. 1, p. 04–26, 2016. DOI: 10.5216/bgg.v36i1.40362. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/40362. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos