CAPACIDADE DE USO DAS TERRAS COMO SUPORTE AO PLANEJAMENTO AMBIENTAL NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIBEIRÃO SANTO ANTÔNIO – IPORÁ-GO - DOI 10.5216/bgg.v27i3.3973

Autores

  • Flávio Alves de Souza Universidade Federal de Goias
  • Cláudia Valéria de Lima Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v27i3.3973

Resumo

Diante das grandes transformações que estão ocorrendo

no espaço geográfico, sobretudo em ambientes rurais,

onde a demanda pela produção de alimentos se faz de

maneira cada vez mais intensa, o planejamento de ações

exploratórias dos recursos naturais, principalmente solos

e água, se torna cada vez mais necessário, na tentativa

de minimizar, ou mesmo resolver problemas ambientais

ligados à exploração irracional dos recursos que garantam

a nossa sobrevivência. Diante disso, o presente artigo

trata sobre a importância de se avaliar a capacidade

de uso das terras em bacias hidrográficas para melhor

planejar ações ligadas à produtividade e à preservação

dos recursos naturais para esta e para as gerações futuras.

Discute, ainda as etapas necessárias para a elaboração

da carta de capacidade de uso da terra e apresenta

um estudo de caso na bacia do Ribeirão Santo Antônio no

município de Iporá, Estado de Goiás, Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-05-28

Como Citar

DE SOUZA, F. A.; DE LIMA, C. V. CAPACIDADE DE USO DAS TERRAS COMO SUPORTE AO PLANEJAMENTO AMBIENTAL NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIBEIRÃO SANTO ANTÔNIO – IPORÁ-GO - DOI 10.5216/bgg.v27i3.3973. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 27, n. 3, p. 91–101, 2008. DOI: 10.5216/bgg.v27i3.3973. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/3973. Acesso em: 20 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos