AMPLIAÇÃO DE AMBIENTES RIPÁRIOS COMO ALTERNATIVA ÀS RESERVAS LEGAIS: CONCILIANDO POLÍTICA FLORESTAL E CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NO BIOMA CERRADO - DOI 10.5216/bgg.v27i1.3577

Autores

  • Barbara Rocha Pinto Bonnet Universidade Federal de Goias
  • Nilson Clementino Ferreira UFG/CEFET-GO
  • Laerte Guimarães Ferreira Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v27i1.3577

Resumo

Partindo do princípio da indissociabilidade entre a gestão

territorial da cobertura vegetal nativa e dos recursos

hídricos, este trabalho compara as condições de

desmatamento em ecossistemas ripários e seu entorno,

em relação ao cenário de desmatamento por bacias

hidrográficas nas meso-regiões de Goiás. Observa-se

um decréscimo gradual de cobertura no Norte, Leste,

Noroeste, Sul e Centro Goiano, nesta ordem. O déficit

de cobertura vegetal diminui de 65,87%, ao longo e interceptando

as drenagens, para 61,97% em um buffer

marginal e 49,87% das bacias com pelo menos 10.000

ha, o que indica maior comprometimento de ambientes

ripários pela conversão de terras. Para atenuar este déficit,

é proposta como alternativa à reserva legal a recomposição

de um buffer de 100 m de vegetação em

torno dos cursos d’água, adicionalmente às áreas de

preservação permanente, o que aumentaria em pelo menos

7,01% os remanescentes florestais em Goiás e no

Distrito Federal. Da mesma forma, ações neste sentido

privilegiariam a cobertura vegetal dentro das bacias hidrográfica

sob efetiva demanda hídrica e a formação de

corredores florestais. Por fim, discute-se a possibilidade

de integração de instrumentos de gestão territorial e de

recursos hídricos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-03-29

Como Citar

PINTO BONNET, B. R.; FERREIRA, N. C.; FERREIRA, L. G. AMPLIAÇÃO DE AMBIENTES RIPÁRIOS COMO ALTERNATIVA ÀS RESERVAS LEGAIS: CONCILIANDO POLÍTICA FLORESTAL E CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NO BIOMA CERRADO - DOI 10.5216/bgg.v27i1.3577. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 27, n. 1, p. 97–115, 2008. DOI: 10.5216/bgg.v27i1.3577. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/3577. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos