MAPEAMENTO DOS CONFLITOS DE USO NAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE (APPs) DA MICROBACIA DO RIACHO DO RONCADOR, TIMON (MA) DOI - 10.5216/bgg.v33i3.27338

Autores

  • Josenete Assunção Cardoso Universidade Federal do Piauí
  • Cláudia Maria Sabóia de Aquino Universidade Federal do Piauí

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v33i3.27338

Resumo

A expansão desordenada das atividades antrópicas tem se tornado cada vez mais preocupante, porque temavançado sobre áreas reconhecidamente protetoras dos recursos naturais, dentre as quais destacam-se asÁreas de Preservação Permanente (APPs). Diante deste fato, o presente trabalho objetivou detectar as APPsda microbacia do riacho do Roncador (MBRR), em Timon (MA), em desacordo com a legislação ambiental. Osresultados foram obtidos a partir da sobreposição do mapa de uso e cobertura das terras, de 26 de outubro de2011, e do mapa das APPs da MBRR, gerando um terceiro mapa: o de conflitos de uso. A pesquisa revelou que9,2 km 2 da área da MBRR correspondem a APPs. Destes, 0,3 km2 corresponde às APPs de nascentes; 8,0 km2,às APPs de margens; 0,6 km 2, às APPs de reservatórios naturais (lagoas); e 0,3 km2 corresponde às APPs dereservatórios artificiais. Dos 9,2 km 2 de Área de Preservação Permanente da microbacia, 2,6 km2 encontramsecom pelo menos um uso, estando, portanto, em desacordo com a legislação ambiental, o que exige maiorfiscalização e monitoramento no intuito de garantir a função ambiental das mesmas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-11-13

Como Citar

ASSUNÇÃO CARDOSO, J.; MARIA SABÓIA DE AQUINO, C. MAPEAMENTO DOS CONFLITOS DE USO NAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE (APPs) DA MICROBACIA DO RIACHO DO RONCADOR, TIMON (MA) DOI - 10.5216/bgg.v33i3.27338. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 33, n. 3, p. 477–492, 2013. DOI: 10.5216/bgg.v33i3.27338. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/27338. Acesso em: 3 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos