IMPACTOS DA IMPLANTAÇÃO DA BARRAGEM NO RIBEIRÃO JOÃO LEITE SOBRE A OFERTA DE HORTIFRUTI NA GRANDE GOIÂNIA - DOI 10.5216/bgg.v33i2.25562

Autores

  • Silvio Braz de Sousa Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v33i2.25562

Resumo

A bacia hidrográfica do Ribeirão João Leite (BHRJL) foi transformada em Área de Proteção Ambiental (APA)quando se iniciou a implantação de um reservatório de água potável em seu leito, para abastecimento daGrande Goiânia, no ano de 2002. Este artigo discute o impacto das restrições ambientais da nova APA naprodução de hortifruti, que em 2010 representou 35% dos produtos oferecidos na Central de Abastecimento deGoiás (CEASA-GO). Foram utilizados dados estatísticos da CEASA, IBGE e imagens do satélite Thailand EarthObservation (THEOS) para a construção de gráficos, mapas temáticos e de um mapa de uso e cobertura da terra(2011). Observou-se que 27% da área cultivada nos sete municípios da BHRJL são abrangidos pela APA, onde aprodução de hortifruti é predominante, e que as restrições à produção agropecuária da BHRJL tendem a provocarmudanças técnicas e econômicas que irão influenciar na quantidade, qualidade e preço dos produtos ofertadospelas propriedades rurais da APA à Grande Goiânia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-07-24

Como Citar

BRAZ DE SOUSA, S. IMPACTOS DA IMPLANTAÇÃO DA BARRAGEM NO RIBEIRÃO JOÃO LEITE SOBRE A OFERTA DE HORTIFRUTI NA GRANDE GOIÂNIA - DOI 10.5216/bgg.v33i2.25562. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 33, n. 2, p. 313–334, 2013. DOI: 10.5216/bgg.v33i2.25562. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/25562. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos