MONITORAMENTO DA QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO CAVEIRAS NO PLANALTO SERRANO DE SANTA CATARINA COM SUPORTE DE TECNOLOGIAS DE GEOMÁTICA - DOI 10.5216/bgg.v33i1.23629

Autores

  • Sílvio Luís Luís Rafaeli Neto Universidade Federal de Goiás
  • Valter Antonio Becegato
  • João Batista Pereira Cabral

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v33i1.23629

Resumo

O monitoramento da qualidade da água em bacias hidrográficas possui forte componente espacial, uma vez que os locais de monitoramento distribuem-se no espaço geográfico. Em se tratando de bacias, em que o talvegue principal se estende por dezenas de quilômetros, há que se utilizar tecnologias de suporte ao planejamento dos locais de amostragem, definição de rotas de acesso e estudo do uso e da ocupação do solo como forma de subsidiar o processo de análise dos resultados. O rio Caveiras está situado na região serrana de Santa Catarina
com uma bacia hidrográfica com cerca de 2400 km2. A jusante do seu terço superior, destaca-se a captação de água para o abastecimento da cidade de Lages, seguida de uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH) com cerca de 2 MW de potência instalada. Em breve, serão construídas mais três PCHs a jusante da existente, formando uma sequência de quatro ambientes lênticos. Este trabalho tem por objetivo apresentar um estudo de caso de aplicação de tecnologias de Geomática no monitoramento da qualidade da água do rio Caveiras antes da construção das PCHs, como subsídio à avaliação dos impactos ambientais destes empreendimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-04-10

Como Citar

LUÍS LUÍS RAFAELI NETO, S.; ANTONIO BECEGATO, V.; BATISTA PEREIRA CABRAL, J. MONITORAMENTO DA QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO CAVEIRAS NO PLANALTO SERRANO DE SANTA CATARINA COM SUPORTE DE TECNOLOGIAS DE GEOMÁTICA - DOI 10.5216/bgg.v33i1.23629. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 33, n. 1, p. 17–36, 2013. DOI: 10.5216/bgg.v33i1.23629. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/23629. Acesso em: 29 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos