CARACTERIZAÇÃO DAS CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DE CÁCERES/MT-BRASIL, NO PERÍODO DE 1971 A 2009: SUBSÍDIO ÀS ATIVIDADES AGROPECUÁRIAS E TURÍSTICAS MUNICIPAIS - DOI 10.5216/bgg.V31i2.16845

Autores

  • Sandra Mara Alves da Silva Neves Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Maria Cândida Moitinho Nunes Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Ronaldo José Neves Universidade do Estado de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v31i2.16845

Resumo

A economia de Mato Grosso é sustentada na produção agropecuária, que é extremamente dependente dascondições climáticas e, nos últimos anos, o estado tem investido no Turismo. Situação semelhante vemocorrendo em Cáceres-MT onde, devido às temperaturas elevadas e longo período de estiagem, necessita-sede informações dos componentes climáticos para o adequado planejamento e desenvolvimento, local e regional.Para execução da pesquisa foram utilizados dados meteorológicos da Estação do INMET de Cáceres, referentesao período de 1971-2009, para caracterização de aspectos climáticos e cálculo do balanço hídrico climatológico.A estimativa da evapotranspiração potencial foi realizada conforme Thornthwaite (1948) e o cálculo do balançohídrico conforme Thornthwaite & Mather (1985), considerando uma capacidade de água disponível (CAD) de 100mm. A temperatura média anual foi de 26,24° C. A temperatura média mensal mais alta ocorre no mês de outubro(28,01° C) e as médias mensais mais baixas nos meses de junho e julho, 23,39 e 23,36° C, respectivamente.A precipitação total anual é de 1.335 mm. O período de maior concentração pluvial média ocorre de dezembroa março e o período de maior estiagem ocorre de junho a agosto. A evapotranspiração potencial média é de1.650,55 mm.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-01-11

Como Citar

MARA ALVES DA SILVA NEVES, S.; CÂNDIDA MOITINHO NUNES, M.; JOSÉ NEVES, R. CARACTERIZAÇÃO DAS CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DE CÁCERES/MT-BRASIL, NO PERÍODO DE 1971 A 2009: SUBSÍDIO ÀS ATIVIDADES AGROPECUÁRIAS E TURÍSTICAS MUNICIPAIS - DOI 10.5216/bgg.V31i2.16845. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 31, n. 2, p. 55–68, 2012. DOI: 10.5216/bgg.v31i2.16845. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/16845. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos