TURISMO E GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS: UM ESTUDO SOBRE OS MUNICÍPIOS INDUTORES DO TURISMO DO ESTADO DE GOIÁS - DOI 10.5216/bgg.V31i1.15403

Autores

  • Gisélia Lima Carvalho Instituto Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v31i1.15403

Resumo

O presente artigo tem o objetivo de contribuir com o conhecimento do perfil da mão de obra formal ocupada noTurismo do Estado de Goiás. A sua relevância se dá devido à necessidade de melhor dimensionar a importânciasocioeconômica e avaliar o impacto do setor do turismo no Estado, considerando a geração, o perfil de empregose as condições de trabalho dos seus empregados. Pretende-se, como recorte geográfico, focalizar os MunicípiosIndutores do Desenvolvimento do Turismo - MIDTUR (Goiânia, Pirenópolis, Caldas Novas, Alto Paraíso, Cidadede Goiás, Aruanã e Rio Quente) a partir da coleta quantitativa de dados fornecidos pela Relação Anual deInformações Sociais (RAIS), do Ministério do Trabalho e Emprego (M.T.E).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-08-18

Como Citar

CARVALHO, G. L. TURISMO E GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS: UM ESTUDO SOBRE OS MUNICÍPIOS INDUTORES DO TURISMO DO ESTADO DE GOIÁS - DOI 10.5216/bgg.V31i1.15403. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 31, n. 1, p. 113–127, 2011. DOI: 10.5216/bgg.v31i1.15403. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/15403. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos