ONDE SE (DES)ENCONTRA O SERTÃO? - DOI 10.5216/bgg.V31i1.15398

Autores

  • João Ferreira Gomes Neto Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v31i1.15398

Resumo

externos cuja finalidade é a (re)apropriação das áreas classificadas como tal. Na verdade, o sertão reflete umaideologia geográfica estabelecida a partir das seguintes propriedades comuns: são regiões de captação deinteresses exógenos; são postas como reserva de valor e; são adjetivadas como atrasadas quando comparadasa outras áreas. Essas propriedades produzem representações sociais que relacionam as localidades sertanejascomo atrasadas, rurais, isoladas, distantes, diferentes, pouco povoadas e habitadas por povos exóticos. Emsuma, definir, delimitar e significar o sertão é uma estratégia atrelada a interesses forasteiros relacionados àvolatilidade do capital/trabalho dentro do processo de divisão social e territorial do trabalho e/ou da imposiçãode um ordenamento/reordenamento de poderes geopolíticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-08-18

Como Citar

NETO, J. F. G. ONDE SE (DES)ENCONTRA O SERTÃO? - DOI 10.5216/bgg.V31i1.15398. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 31, n. 1, p. 55–61, 2011. DOI: 10.5216/bgg.v31i1.15398. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/15398. Acesso em: 14 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos