Reestruturação socioespacial do território Cearense - DOI 10.5216/ag.v4i2.9913

Autores

  • Sergiano de Lima Araújo

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v4i2.9913

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo principal estudar a dinâmica do território cearense, recentemente incorporadas à lógica da produção globalizada. Para tanto, faremos uma discussão do processo de reestruturação produtiva no espaço, retratando as inúmeras contradições e ambigüidades advindas com a inserção de alguns lugares dentro desse processo. A referida análise procura entender o movimento do capital a partir do período pós-segunda guerra, em que a terceira revolução tecnológica faz com que o mundo passe por um intenso processo de expansão do capital, no tocante à dispersão na produção de mercadorias, provocando, com isso, sucessivas e surpreendentes metamorfoses no espaço geográfico. O Estado do Ceará é estudado na perspectiva de um espaço que se insere nesse novo período histórico sob os ditames do capital monopolista com o período técnico-científico-informacional. Nesse caso, tentamos fazer uma leitura que busque apreender como se processa a seletividade territorial e a competitividade dos lugares em tempos de globalização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-05-13

Como Citar

ARAÚJO, S. de L. Reestruturação socioespacial do território Cearense - DOI 10.5216/ag.v4i2.9913. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 4, n. 2, p. 142–168, 2010. DOI: 10.5216/ag.v4i2.9913. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/9913. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos